• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

terça-feira, 30 de abril de 2013

Dicas de Leitura: José Saramago e Carlos Heitor Cony

Clique para ampliar
A Biblioteca preparou uma lista de livros para quem não se cansa de viajar no mundo das letras. Na Dica de Leitura de hoje, dois romances de língua portuguesa, que podem ser retirados da Instituição através de empréstimos. Em destaque, História do cerco de Lisboa (foto), do escritor português José Saramago.

Para se cadastrar na Biblioteca e começar a fazer empréstimos de livros, é simples: basta ter mais de 13 anos e trazer um comprovante de residência e a carteira de identidade. A inscrição deve ser feita no Setor de Empréstimo, que funciona todos os dias da semana. Mais informações: (71) 3117-6021.

História do cerco de Lisboade José Saramago

O romance funde em duas histórias: A primeira história é a de um revisor de provas que tem como trabalho verificar as correções de uma obra intitulada "História do cerco de Lisboa". Este homem é tentado a fazer uma alteração ao texto introduzindo a palavra "não" quando existe a aceitação por parte dos cruzados de ajudarem o rei português a tomar a cidade. Assim a obra ficaria adulterada, uma vez que os cruzados passam a não ajudar o rei a tomar a cidade aos muçulmanos.
A outra história é a da tomada de Lisboa aos Muçulmanos, que o revisor acabará por recontar imaginando que os cruzados não ajudavam os portugueses. Nesta segunda história, que no livro decorre em simultâneo com a primeira, a obra assume caráter de romance histórico, com descrição a medieval do mundo islâmico e cristão.

O piano e a orquestrade Carlos Heitor Cony

Encravada na serra do Mar, ao longo dos trilhos da Estrada de Ferro Central do Brasil, ergue-se a vila de Rodeio, famosa não apenas por uma água de bica que tem a fama de curar cobreiro, espinhela caída e impotência sexual, mas sobretudo pelas façanhas de Francisco de Assis Rodano, mambembe encarnação de Lúcifer cuja missão neste mundo é “ajustar contas milenares com o Outro”. "O piano e a orquestra" é um show de humor e imaginação. Ao combinar crônica de costumes e parábola cósmica com citações de Dante, Shakespeare, Fernando Pessoa e do romanceiro popular, Carlos Heitor Cony escreveu um delicioso divertimento literário. Uma alegre e incessante ciranda em que o indivíduo se atrita com a sociedade como um piano alucinado com uma orquestra desvairada.

Dica Cultural: Exposição de brinquedos é prorrogada no MAB

Foto: Yara Chamusca
A exposição Brinquedos que Moram nos Sonhos – O Brinquedo Popular Brasileiro, que estaria em cartaz no Museu de Arte da Bahia (MAB) até o próximo domingo (5), foi prorrogada até o dia 19 de maio para integrar a programação da “11ª Semana de Museus”, que acontece entre os dias 13 e 19 do mesmo mês. A mostra conta com 1.500 brinquedos da coleção do fotógrafo David Glat, que assume a curadoria da exposição junto com a diretora do MAB, Sylvia Athayde.

Os brinquedos que moram nos sonhos ocupam todos os espaços expositivos do museu e estão divididos nas seguintes seções tema: A Sala de Brinquedos, A Sala dos sonhos, a Sala do Espetáculo, a Sala do Medo, A Sala das Reciclagens, A Sala do Desafio, A Sala das Representações e a Sala de brinquedos de madeira. O MAB ainda promove a Oficina de Contação de Estória, aos sábados, e apresentação de teatro de mamulengos, vertente do teatro popular tipicamente nordestina, aos domingos. As atividades acontecem sempre no turno da tarde e comportam até 25 crianças por apresentação.

David Glat conta que sua coleção de brinquedos e representações do universo lúdico infantil começou quando, com 20 anos, e já no exercício da profissão de fotógrafo, viajava bastante pelo interior principalmente pelas regiões norte, nordeste e sudeste e aproveitava para pesquisar e conhecer os artistas populares das cidadezinhas. Hoje a coleção de brinquedos do colecionador David Glat possui 2.200 peças, das quais 1.500 estão expostas no MAB.

Fonte: DIMUS BA

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Dica Cultural: MAM-BA promove edição especial do projeto "Pinte no MAM"

Crianças pintam no Museu
O Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) realiza edição especial do projeto Pinte no MAM, que neste domingo (28), das 15h às 18h, se transforma em Pinte na Reforma. A atividade, coordenada pelo artista plástico Maninho, vai utilizar novos tipos de suporte para a produção da pintura: os tapumes necessários à reforma do museu se transformarão em uma grande tela em branco para adultos e crianças deixaram a imaginação fluir. O projeto Pinte na Reforma surge como uma intervenção artística em meio ao processo de reestruturação dos espaços do MAM-BA, já que, depois de concluída, a pintura nos tapumes será mais uma opção de contemplação para o visitante que for ao museu. A atividade, realizada há seis anos no Pátio do MAM-BA, integra as ações do Núcleo de Arte Educação do Museu e tem entrada gratuita. Mesmo com a reforma, o MAM-BA funciona normalmente com visitação de terça e sexta, das 13h às 19h e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h.

Fonte: Núcleo de Comunicação/MAM-BA.

Fundação Pedro Calmon comemora aniversário com programação diversificada

Clique para ampliar
No dia 06 de maio será comemorado o 27º aniversário da Fundação Pedro Calmon/SecultBA. Para festejar a data, a instituição programou na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB), uma série de eventos voltados para o público, com o objetivo de promover a apresentação das ações cotidianas da Fundação.

Uma das principais ações comemorativas será o lançamento da 11ª edição do curso Conversando com a sua História 2013, promovido pelo Centro de Memória da Bahia, às 17h, na Sala Katia Mattoso, no Complexo Cultural dos Barris. Na ocasião, o professor da UFRB de Cachoeira, Walter da Silva Fraga Filho, discutirá sobre a abolição e pós-abolição da escravatura na Bahia. O mesmo tema será pautado por diferentes historiadores nos outros três encontros que acontecerão nos dias 13, 20 e 27 de maio. O projeto é voltado para estudantes, professores e pesquisadores da história da Bahia e os interessados podem se inscrever gratuitamente no site da FPC.

Neste mesmo dia, às 19h será realizada uma edição especial do projeto Seminários Novas Letras. O evento terá uma palestra do secretário executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) do MinC e Doutor em Filosofia Política, José Castilho Neto e contará também com comentários do Secretário de Cultura Albino Rubim e de João de Morais Filho, Mestre em Cultura e Sociedade da UFBA. O projeto pretende promover o fortalecimento das discussões em torno das políticas públicas da cadeia produtiva do livro, bem como, incentivo a formação de novos leitores. Na programação consta também um debate que possibilitará a troca de experiências entre o público e o palestrante. As inscrições para o evento podem ser feitas clicando aqui.

Também em comemoração ao aniversário da Fundação, será disponibilizada ao público uma exposição virtual sobre a vida e obra do patrono da instituição, o advogado, professor e escritor Pedro Calmon. Organizada pela Biblioteca Virtual Dois de Julho, a mostra estará disponível a partir do dia 29 de abril, quando é comemorado seu aniversário.

Serão disponibilizados totens eletrônicos com acesso a internet no Foyer da BPEB, para que o público possa conferir o acervo de documentos, periódicos e fotografias relacionadas ao escritor. Durante as visitações à mostra, serão distribuídos materiais gráficos sobre a Fundação, o Centro de Memória e a Biblioteca Virtual. A exposição pode ser conferida ainda no site da biblioteca.

O encerramento das comemorações pelo aniversario da Fundação Pedro Calmon fica por conta do VJ Caetano Travassos, que apresentará uma performance em homenagem ao professor e historiador Ubiratan Castro, falecido em janeiro deste ano.

SERVIÇO
O quê: Lançamento do curso Conversando com a sua História 2013; Quando: dia 06 de maio às 17h; Onde: Sala Katia Mattoso – Complexo Cultural dos Barris; Quanto: Gratuito.
O quê: Seminário Novas letras; Quando: 06 de maio às 19h; Onde: Sala Walter da Silveira – Complexo Cultural dos Barris; Quanto: Gratuito.
O quê: Exposição virtual “Vida e Obra de Pedro Calmon”; Quando: de 29 de abril até 06 de maio; Onde: Foyer – Biblioteca Pública do Estado da Bahia; Quanto: Gratuito.
Inscrições gratuitas do curso Conversando com a sua História: ACESSE
Inscrições gratuitas para o Seminários Novas Letras: ACESSE
Arte gráfica - Nelson Araújo - ASCOM/FPC

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Últimos dias para conferir exposições do mês de abril na Biblioteca

Exposição mostra mulher no cinema brasileiro
Todos os meses, as subgerências da Biblioteca Pública do Estado, no Complexo Cultural dos Barris, promovem exposições culturais acerca de diferentes temas. Em abril, o Foyer da Biblioteca está ocupado pela exposição Art’Nossa, em cartaz desde o dia 08, que reúne peças de vários expositores com diferentes estilos visuais. Organizada pelos artesões Marise Ribeiro e Hamilton Oliveira, a mostra tem o objetivo de fortalecer as artes visuais.

O poder da comunicação da imagem é o tema de outra exposição, que está em cartaz na Sala de Exposições do 2º andar da Biblioteca Pública do Estado, sobre a evolução da propaganda. A mostra destaca o contexto histórico das épocas através da propaganda, como influências, comportamento e cotidiano.

Além delas, podem ser visitadas até o dia 30 deste mês as exposições Artesanatos da Vonvon, no Vão do Foyer, e Cinema Brasileiro: Mulheres em Cena, na Sala de Exposições do 1º andar. Todas as exposições são gratuitas e permanecem em cartaz até o final do mês, sempre das 8h30 às 18h.

O quê: Exposições na Biblioteca
Onde: Foyer, Vão do Foyer (das 08h30 às 21h), Salas de Exposições do 1º e 2º andar (das 08h30 às 18h) da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Complexo Cultural dos Barris
Quando: Até 30 abril
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: BTCA se apresenta gratuitamente na Sala do Coro

Clique para ampliar
Com coreografia de Jomar Mesquita e Rodrigo de Castro, e direção artística de Jorge Vermelho, o espetáculo “…Ou Isso”, montagem de 2012 do Balé Teatro Castro Alves, se apresenta na Sala do Coro do TCA, nos dias 25 e 26 de abril, às 15 horas, e nos dias 27 e 28 de abril, às 20 horas. Totalmente inspirada na obra do poeta “esticador de horizontes”, Manoel de Barros, “…Ou Isso” busca embalar o público no processo de transfiguração da realidade pelo viés de transver o mundo.

Exercitando o corpo, a alma e o coração, a Cia. baiana de dança contemporânea busca nesta nova montagem outras possibilidades de enxergar o mundo, de ver as coisas, transpondo sentidos, com um olhar ingênuo, lúdico, quase infantil, mas, ao mesmo tempo, mais astuto e sincero. Focados (ou desfocados) pelo viés de transver o mundo, os bailarinos foram instigados, durante o processo de criação a transfigurar a realidade, ver com olhos livres de modelos pré-concebidos.

Quando: 25 e 26 de abril, às 15h, e 27 e 28 de abril, às 20h
Onde: Sala do Coro do TCA (Campo Grande)
Quanto: Gratuito
Fonte: Secult/BA

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Aviso de Funcionamento da Biblioteca


Dica Cultural: Mayrant Gallo lança “Cidade Singular” no Rio Vermelho

Clique para ampliar
No dia 29 de abril (segunda-feira), às 19h, a Editora Kalango promoverá no Restaurante Casa de Teresa, no Rio Vermelho, o lançamento do livro "Cidade Singular", uma obra que reúne 15 histórias de Mayrant Gallo. Escritos ao longo de quase vinte anos, estes contos contemplam as várias escolhas do autor, tanto estéticas quanto de assunto, e vão do relato policial de ação, à maneira de Chandler e Hammett, ao drama familiar, passando pelo relato fantástico e de humor.

Uma das melhores histórias do volume é a de um homem que, em Salvador, sai de casa para comprar uma torneira e, no caminho, encontra a filha caçula, que ele julgava estar no Rio de Janeiro. O diálogo que os dois travam deixa claro que entre pai e filha há muito mais distância que afeição, e que talvez um não conheça o outro. Em suma, um livro que a cada conto descortina um mundo novo para o leitor.

O autor - Mayrant Gallo publicou "O inédito de Kafka" (2003), "Nem mesmo os passarinhos triste"s (2010), "Brancos reflexos ao longe" (2011) e  "Três infâncias" (2011). Foi colaborador do Correio da Bahia, no qual publicou, semanalmente, mais de trezentos textos, entre crônicas, contos e ensaios, sempre aos domingos. Sua novela "Moinhos", que integra o volume "Três infâncias", ganhou o prêmio "Literatura para Todos 2009", do MEC.

Quando: Dia 29 de abril (segunda-feira), às 19 horas.
Onde: Restaurante Casa de Teresa (Rio Vermelho)
Quanto: Gratuito
Livro: R$ 25,00
Informações: (71) 8178-7745 / 8122-7231

"Cinema Expandido" movimenta Complexo Cultural dos Barris nesta sexta-feira

Grupo Wadõ se apresentará no projeto "Cinema Expandido"
O audiovisual baiano recebe um novo projeto que se relaciona com diversas vertentes e linguagens artísticas. O Cinema Expandido, uma iniciativa da Diretoria de Audiovisual da Fundação Cultural do Estado da Bahia (DIMAS/FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA), surge para promover a interação entre as artes tradicionais (cinema, teatro, música, fotografia, entre outras) com novas experimentações (instalações, colagens visuais, perfomances e afins) e as tendências contemporâneas de intervenção urbana, como o videomapping, tudo a partir de um mote audiovisual. O evento, que movimenta espaços do Complexo Cultural dos Barris, estreia no dia 26 de abril, com uma programação gratuita que inclui projeções ao ar livre, exibição de filme silencioso com trilha sonora executada ao vivo, música eletrônica experimental e percussão oriental.

O projeto busca agregar artistas interessados na experimentação e transversalidade de linguagens, oferecendo ao público e à cena cultural baiana um espaço de manifestação e difusão sintonizado com as mais recentes manifestações artísticas. O Cinema Expandido também explora o potencial do Complexo Cultural dos Barris, prédio que reúne, além da DIMAS e das salas Walter da Silveira e Alexandre Robatto, a Galeria Pierre Verger, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia, o Espaço Xisto Bahia e outros órgãos da Fundação Pedro Calmon (FPC), promovendo uma maior integração entre esses esp
aços.

Para marcar o início, nada mais apropriado que o tema Os Primeiros Transgressores, retomando o trabalho de cineastas pioneiros na arte de transgredir e investigar os pontos de contato e ruptura entre as linguagens. Entre eles, o francês Jean Vigo, cuja obra-prima, A Propósito de Nice, produzida na década de 1920, auge do cinema silencioso, será exibida na Sala Walter da Silveira com a participação ao vivo do grupo Escape. Os músicos Cristiano Figueiró, Bruno Rohde, Edbrass Brasil e Junix Onze aceitaram o desafio de compor e executar uma nova trilha sonora para o transgressor documentário francês.

Antes da sessão de cinema com música, a etapa inaugural do projeto começa na Galeria Pierre Verger com a performance "Para o herói: experimentos sem nenhum caráter – juque!", da performer e dançarina Paula Carneiro, inspirada na obra "Macunaím"a, de Mário de Andrade, também da década de 1920 e marco do movimento modernista. Ao mesmo tempo, na Sala Alexandre Robatto, estará em cartaz a "Mostra Vídeos-Postais", de Rodrigo Brum, com vídeos inspirados em cartões-postais e desenvolvidos nas ruas de Salvador.

Ainda está prevista a ocupação das escadarias da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, com o grupo percussivo Wadō. Mesclando a pulsante sonoridade do taiko, instrumento típico japonês, eles incorporam a tradição cênica oriental e os ritmos musicais contemporâneos do Japão.

Para fechar, o Complexo Cultural dos Barris ganha movimento, novas cores e sons com a reconfiguração do uso da fachada e entorno do prédio, através de projeções (videomapping), samplers, remixes e colagens audiovisuais do DJ Boing e os VJs Caetano Britto e Jan Cathalá, que interagem com o grupo Wadō através da plástica do cinema nipônico dos anos 20. No entorno, artistas participantes da residência artística do projeto Muros: Territórios Compartilhados vão apresentar registros de seus processos criativos em uma videoinstalação.

Cinema Expandido – 1ª edição: Os Primeiros Transgressores
Onde: Complexo Cultural dos Barris (Rua General Labatut, 27 – Barris, Salvador/BA)
Quando: 26 de abril de 2013 (sexta-feira), às 18h
Quanto: Grátis
Classificação etária: 16 anos
Apoio: FPC/ UFRB/ Rádio Educadora FM/ TVE Bahia
Realização: DIMAS/ FUNCEB/ SecultBA
Informações: 71 3116-8120/ 3116-8103

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Dica Cultural: FilteBahia inscreve grupos de teatro até o final de abril


Clique para ampliar
Em sua 6ª edição, o Festival Latino-Americano de Teatro da Bahia – FilteBahia 2013, que acontecerá entre os dias 29 de agosto e 8 de setembro, está com inscrições abertas até 30 de abril para grupos de teatro baianos interessados em participar de duas de suas mostras: Mostra Internacional de Teatro Baiano e Mostra FilteBahia em Ilhéus.

Dando seguimento à política de incentivo ao teatro de grupo e contribuindo para a circulação do teatro baiano por eventos de outros estados do país e no exterior, a II Mostra Internacional de Teatro Baiano é aberta para espetáculos de teatro de grupo voltados ao público adulto ou infanto-juvenil, assim como teatro de rua e estéticas diversificadas, passando pela performance e intervenção urbana. Serão selecionadas cinco propostas, numa curadoria feita pelo diretor teatral Luiz Marfuz, a diretora teatral Adelice Souza e o ator Gideón Rosa.

Já a Mostra FilteBahia em Ilhéus  é mais uma ação de interiorização das atividades do festival. Este ano, os municípios de Camaçari, Lauro de Freitas e Ilhéus sediarão mostras locais e montagens nacionais e internacionais do próprio evento. As inscrições para a Mostra FilteBahia em Ilhéus são exclusivas para grupos dos territórios de identidade do Litoral Sul, Baixo Sul, Extremo Sul e Costa do Descobrimento, abrangendo todo o Macroterritório Sul da Bahia.

As informações completas para inscrições, incluindo documentos exigidos e procedimentos, podem ser acessadas através do site do evento: http://www.filte.com.br/. O FilteBahia é realizado pelo Oco Teatro Laboratório, Carranca Produções Artísticas e Aude Produções, com apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fundação Cultural do Estado (FUNCEB), e patrocínio da CAIXA Econômica Federal.

Fonte: FUNCEB

Projeto "Conversando com a sua História" tem inscrições abertas

Clique para ampliar
As inscrições para a 11ª edição do projeto Conversando com a sua História já estão abertas e serão feitas de forma online gratuita. Os interessados já podem reservar suas tardes das segundas-feiras para participar dos debates, que acontecerão entre maio e outubro. Voltado para estudantes, professores e pesquisadores de alguns temas da História da Bahia, os seminários serão realizadas sempre nas segundas-feiras, às 17 horas, na Sala Katia Mattoso – Auditório do Complexo Cultural dos Barris.

Promovido pelo Centro de Memória da Bahia, os 20 encontros gratuitos terão como temas, assuntos como pós-abolição da escravatura, literatura, história oral, cinema e cultura popular. O principal objetivo do projeto é preservar e difundir a memória histórica da Bahia, trazendo à comunidade discussões e abordagens atuais sobre os temas programados.

As mesas de debate serão integradas por professores das universidades estaduais e federais da Bahia. No dia 06/05, estreia da temporada, Walter da Silva Fraga Filho, da UFRB, de Cachoeira, virá a Salvador para discutir sobre a abolição e pós-abolição da escravatura na Bahia. O mesmo tema será pautado por diferentes historiadores nos outros três encontros que acontecerão nos dias 13, 20 e 27 de maio. Clique aqui para conferir a programação completa do Conversando com a sua História.

Quando: A partir de 06 de maio, sempre às 17h
Onde: Sala Katia Mattoso - Auditório do Complexo Cultural dos Barris
Quanto: Gratuito
Inscrições: Aqui

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Aviso sobre o funcionamento da Biblioteca


Oficina no Setor Infantil homenageia o Dia do Índio

Personagens de Maurício de Souza
Para celebrar o Dia do Índio, comemorado em 19 de abril, o Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia convida a garotada para participar de uma atividade para lá de especial. A oficina Nossos Índios e sua Cultura acontece nesta sexta-feira na Biblioteca, a partir das 15h, e tem entrada gratuita.

Durante a oficina, os participantes confeccionarão adereços, após a leitura e a exibição de um documentário sobre a diversidade cultural dos povos indígenas. O Dia do Índio foi criado pelo presidente Getúlio Vargas em 1943. Desde então, todo dia 19 de abril é uma data simbólica de homenagem ao povo indígena e sua cultura peculiar, presentes em nosso país antes mesmo da chegada dos portugueses em 1500.

Quando: 19 de abril (sexta-feira), às 15h
Onde: Setor Infantil (térreo)
Quanto: Gratuito

Café Científico Salvador discute o tema "Externalidades e Consumo Consciente"

Clique para ampliar
O "Café Científico Salvador", promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA/UEFS), pela LDM - Livraria Multicampi e pela BPEB - Biblioteca Pública do Estado da Bahia, continua neste mês de abril com a presença de Henrique Tomé da Costa Mata (Faculdade de Ciências Econômicas, UFBA), abordando o tema Externalidades e Consumo Consciente. O evento acontece nesta sexta-feira, 19 de abril, às 18h, na Sala Katia Mattoso da BPEB, com entrada gratuita.

Henrique Tomé da Costa Mata tem graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil (1990), Licenciatura em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil (1990), com estágio supervisionado na área de administração rural. Possui Mestrado em Ciências Florestal em área de concentração Economia Florestal, pela Universidade Federal de Viçosa, Brasil (1993), com dissertação sobre socioeconomia da demanda de energia residencial em áreas rurais próximas à indústria de papel e celulose. Tem Doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa, no Brasil, em 2001, com tese sobre teoria econômica e meio ambiente e versando sobre os impactos da poluição industrial na economia brasileira. Atualmente é professor adjunto na Universidade Federal da Bahia, no Departamento de Economia. Tem experiência no campo de gestão de Recursos Naturais, Meio Ambiente e Desenvolvimento. Ministra disciplinas de Teoria Neoclássica, Microeconomia e Mátodos Quantitativos no curso de graduação em economia e disciplinas de Macroeconomia e Economia dos Recursos Naturais e Meio Ambiente no Curso de mestrado em Economia, com enfoque na pesquisa e políticas de desenvolvimento e meio ambiente.

Quando: 19 de abril (sexta-feira), às 18h
Onde: Sala Katia Mattoso (3º andar)
Quanto: Gratuito

Biblioteca exibe filmes com audiodescrição

Clique para ampliar
Através do Setor Braille, que dá suporte aos frequentadores com deficiência visual em suas tarefas de leitura e escrita, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia realiza em 2013 a exibição de filmes com audiodescrição. A mostra acontece na última sexta-feira de cada mês, sempre às 15h, e tem entrada gratuita.

No dia 26 de abril, serão exibidos os longas Olga (2004), de Jayme Monjardim, e O que é Isso, Companheiro? (1997), de Bruno Barreto. Saiba mais sobre os filmes:

Olga
Berlim, início do século XX. Olga Benário (Camila Morgado) é uma jovem judia alemã. Militante comunista, é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler) de volta ao Brasil. Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, os dois acabam apaixonando-se. Parceiros na vida e na política, Olga e Prestes terão de lutar pelo amor, pelo comunismo e, principalmente, pela sobrevivência.

O que é Isso, Companheiro?
O filme conta a história em 1964, quando um golpe militar derruba o governo democrático brasileiro e, após alguns anos de manifestações políticas, é promulgado em dezembro de 1968 o Ato Constitucional nº 5, que nada mais era que o golpe dentro do golpe, pois acabava com a liberdade de imprensa e os direitos civis. Neste período, vários estudantes abraçam a luta armada, entrando na clandestinidade, e em 1969 militantes do MR-8 elaboram um plano para sequestrar o embaixador dos Estados Unidos (Alan Arkin) para trocá-lo por prisioneiros políticos, que era
m torturados nos porões da ditadura.

Quando: 26 de abril (sexta-feira), às 15h
Onde: Setor Braille (térreo)
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Dia Nacional do Livro Infantil celebra nascimento de Monteiro Lobato

Escritor é homenageado no Dia Nacional do Livro Infantil
"Um país se faz com homens e livros". Com a famosa frase de Monteiro Lobato, a Biblioteca celebra o nascimento do escritor paulista. Em homenagem à data, hoje também é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil.

Autor de diversas obras infantis, Monteiro Lobato foi um dos escritores brasileiros mais importantes do século XX. De suas mãos, nasceram as histórias do "Sítio do Pica-pau Amarelo", que vem acompanhando gerações e encantando crianças desde 1920. Com personagens encantados como a boneca Emília, o aventureiro Pedrinho e o Marquês de Rabicó, a série do Sítio, distribuída em 23 livros, é sucesso em diversos países, como Argentina, Itália e Rússia.

Incentivado a escrever por não gostar das traduções feitas dos livros infantis europeus, Monteiro Lobato teve metade da sua obra dedicada à criançada. Confira alguns livros do escritor disponíveis no Setor Infantil da Biblioteca:

- Aritmética da Emília (1935)
- As aventuras de Hans Staden (1927)
- Caçadas de Pedrinho (1933)
- Emília no país da gramática (1934)

Dica Cultural: Exposição de Akira Cravo fica em cartaz até junho no Solar Ferrão

Foto integra exposição de Akira Cravo
A exposição A Natureza Humana, do fotógrafo Akira Cravo, que estaria em cartaz no Solar Ferrão até este domingo (21), foi prorrogada até o dia 2 de junho. A mostra, em exibição desde março, também já passou pelo Museu Afro Brasil, em São Paulo, onde esteve em cartaz entre setembro e outubro de 2012. Com curadoria de Emanoel Araújo, a exposição é uma realização da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC), órgão vinculada à Secretaria de Cultura do Estado.

Através das lentes da inseparável câmera, os olhos atentos de Akira capturam as cores, o contraste, as condições de vida, o movimento das pessoas nas ruas, seja durante um mergulho no mar da Ribeira ou operários em horário de descanso. A Natureza Humana é composta por 27 fotografias, tiradas entre 2010 e 2012, que retratam o cotidiano da primeira capital brasileira em localidades como o Comércio, Porto e Farol da Barra e Rio Vermelho. Também fazem parte da exposição registros das comemorações dos dias 2 de fevereiro, Festa de Iemanjá no Rio Vermelho, e 13 de maio, no Bembé do Mercado, no município de Santo Amaro.

Apesar da pouca idade, 21 anos, a relação de Akira com a fotografia e a arte é de longa data. Neto do escultor Mario Cravo Jr., filho do fotógrafo Mario Cravo Neto e da artista plástica Angela Cunha, Akira cresceu em um ambiente criativo em meio a texturas, imagens e cores, convivendo com pessoas e livros que serviram como ponto de partida para a formação em processo. Em meio a essa atmosfera, teve oportunidade de experimentar e desenvolver os ofícios de fotógrafo e escultor, atividades que proporcionam a Akira grande prazer, pois dialogam e se completam. Para ele, o aprendizado é um exercício constante, por isso está sempre estudando, experimentando e alimentando processos criativos.

Quando: Até 02 de junho, de terça a sexta das 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h
Onde: Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, Pelourinho)
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Biblioteca participa da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe

Imagem: Ilustração

No próximo dia 20/04 (sábado), das 8h às 17h, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia realiza, em parceria com o Centro de Saúde Carlos Gomes da Prefeitura Municipal de Salvador, vacinação contra Influenza (gripe).

A vacinação, na Biblioteca, será destinada a maiores de 60 anos e pessoas com doenças crônicas a exemplo de diabetes, doenças respiratórias, cardíacas, renais, hepáticas ou neurológicas.

Quando: 20/04 (sábado)
Onde: Quadrilátero (térreo)
Quanto: Gratuito
Informações: (71) 3611-6826 / 6827

Blog da BPEB atinge 180 mil visitas

Clique para ampliar


Setor Infantil promove projeto "Tecendo Caminhos Para a Leitura"

Livros confeccionados durante projeto
Nos meses de abril e maio, o Setor Infantil dará continuidade ao projeto "Tecendo Caminhos para a Leitura", contemplado pelo Programa BNB de Cultura 2010 do Governo Federal e 6º lugar no Prêmio Boas Práticas do Servidor do Estado da Bahia em 2012. Nos dias 18 e 25/04 e 02, 09 e 16/05 será realizada a oficina Lobato e as Crianças, com a criação ou recriação dos textos de Monteiro Lobato para a confecção de livros em tecido.

A atividade visa o incentivo à leitura, integração, criatividade e educação ambiental e consiste na confecção de livros em tecido, nos quais serão colocados as ilustrações e os textos elaborados por crianças. Para participar, a Instituição de Ensino interessada precisa entrar em contato com o Setor Infantil  através do telefone (71) 3117-6093 e agendar as visitações. As vagas são limitadas!

O “Tecendo Caminhos Para a Leitura” consiste em receber estudantes de escolas públicas ou do público em geral compondo um grupo de 30 pessoas que participam de cinco encontros sobre a leitura. Idosos e portadores de necessidades especiais também são bem vindos ao projeto, que acontece geralmente duas vezes por ano na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. Já foram produzidos 50 livros com textos elaborados pelo público do projeto.

Quando: 19 e 25/04 e 02, 09 e 16/05
Onde: Setor Infantil (térreo)
Quanto: Gratuito
Informações: (71) 3117-6093

Dica Cultural: Palacete das artes recebe exposição de Florival Oliveira

Obra do artista Florival Oliveira
O Palacete das Artes inaugurou ontem (16) a exposição do artista plástico da “geração 70” Florival Oliveira, uma realização da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC), autarquia da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA). A mostra é composta por 160 obras, entre gravuras, objetos, desenhos e esculturas divididas em quatro instalações. O trabalho de Florival segue em cartaz no Palacete até o dia 2 de junho, com entrada gratuita.

Em sua trajetória, exposições, montagens, coletivas e premiações do “V Salão Nacional Universitário de Salvador” em 1980, do “Animathon” 1986, no Canadá, com o filme de animação “Garrancho”, e do “Prêmio Investidor Profissional de Arte – PIPA 2011” (SP). Sua obra está presente em acervos de museus como o Museu de Arte Moderna (MAM-BA), na Galeria ACBEU, Biblioteca da Universidade da Bahia, Museu de Arte Contemporânea, em Feira de Santana e Museu Regional de Feira de Santana, ambos em Feira de Santana.

Quando: Até  2 de junho, de terça a sexta; das 13h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h
Onde: Palacete das Artes (Graça)
Quanto: Gratuito
Fonte: DIMUS BA

terça-feira, 16 de abril de 2013

Dica Cultural: Festival Internacional movimenta Ilha de Itaparica


Clique para ampliar
Artistas da França, Itália, Chile, Espanha, Portugal e Estados Unidos, além do Brasil, se apresentam na terceira edição do “Festival Cultural de Rua da Ilha de Itaparica” (FESTIT), que acontecerá de 19 a 21 de abril (sexta a domingo), gratuitamente, na Praça do Mercado Municipal de Itaparica. O público poderá participar de espetáculos de circo, teatro e dança, shows, oficinas, além de conferir o artesanato, a gastronomia local, e apresentação de entidades e instituições comunitárias da Ilha de Itaparica.

Trabalhar a relação de artistas internacionais e sua interação com a Ilha de Itaparica é uma das preocupações do evento. “O FESTIT alia expressões artísticas com práticas de sustentabilidade para incentivar os moradores da região e turistas a adotarem hábitos sustentáveis, divulgar o potencial da localidade para o ecoturismo, além de dar visibilidade a novos e renomados artistas”, afirma Solange Lima, coordenadora do evento.

Mais de 5.000 pessoas já prestigiaram o evento em suas duas edições. O FESTIT é uma iniciativa e realização da Associação Jub’Arte, e conta o apoio financeiro do Governo da Bahia, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) na chamada pública Demanda Espontânea em 2012, apoio do Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), do Sebrae, do Instituto Sacatar, da Pro-Mar, da Prefeitura de Itaparica e de outras Ongs locais.

Quando: Dias 19, 20 e 21 (sexta-feira, sábado e domingo), das 10h às 22h
Onde: Praça do Mercado Municipal de Itaparica (Centro, Itaparica/BA)
Preço: Gratuito
Fonte: Secult/BA

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Dica Cultural: "Encontro Zona Pirata" utiliza a comunicação em prol da Dança da Bahia

Clique para ampliar
Estão abertas até 20 de abril as inscrições para o Encontro Zona Pirata – Cápsulas Formativas em Comunicação para a Dança”, que propõe estabelecer um espaço de formação colaborativo entre agentes da Dança da Bahia e que será realizado entre os dias 7 e 11 de maio no Centro Histórico de Salvador. O projeto é dividido em quatro cápsulas que se relacionam com a troca e compartilhamento de conhecimento em torno do uso de novas tecnologias de informação e comunicação (TICs), dos movimentos de cultura de rede e da democratização da comunicação. As inscrições são gratuitas e reservam uma seleção de sete participantes oriundos do interior do estado para receber auxílio para hospedagem e alimentação na capital. Interessados devem preencher formulário disponível no site http://conexaozat.org/zona-pirata/.

Apoiado através do “Prêmio Meses Temáticos do Circo, Dança e Teatro – Diálogos e Reflexões”, promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), o “Encontro Zona Pirata – Cápsulas Formativas em Comunicação para a Dança” é realizado pelo Conexão ZAT, ajuntamento de artistas, produtores e gestores culturais que buscam estratégias para fomentar intervenções artísticas, discussões sobre modos de criação e comunicação, assim como o compartilhamento de informação e conhecimento. Tem correalização da empresa Projecta (SP) e do Festival Escena Doméstica (Chile). A Cipó Comunicação Interativa e a Red de Danza Independiente de Chile são associadas do projeto.

Na “Cápsula 1 – Plataformas digitais de comunicação para a cultura”, as convidadas são Melisa Cañas (De Poéticas Corporales/Argentina), Paula Montecinos (Red Independiente de Chile) e Indira Montoya (Hipermédula.org/Argentina). A “Cápsula 2 – Produção midiática independente na difusão cultural” reúne Florencia Goldsman (Radio RSD/Argentina), Tomás Alonso Fernandéz (Red de Danza Independiente – Projeto Streaming/Chile), Clara Trigo (Sua Dança/BA), Ana Ribeiro (TV Câmara/BA) e Carlos Bonfim (Latitudes Latinas/BA). Já a “Cápsula 3 – Redes sociais de cultura como espaços de criação e difusão” traz representantes da Rede Fora do Eixo (SP), Escola de Ativismo (SP) e Cipó Comunicação Interativa (BA). Por fim, na “Cápsula 4 – Gestão cultural e públicos: outros modos de pensar a difusão e visibilidade”, estarão Maria José Cinfuentes (Escena Domestica/Chile), André Fonseca (Projecta/SP) e Fernanda Bevilaqua (Uberlândia/MG).

Na abertura (7 de maio, às 18h), além do convidado Bernardo Gutiérrez (Futura Média.net), haverá a mostra de videodança “Gran(de) Angular – Cuerpo y Cámara, que trará a Salvador a programação do projeto MovTv, da Red Suramericana de Danza.

Inscrições: até 20 de abril pelo site http://conexaozat.org/zona-pirata/
Abertura: 7 de maio (terça-feira), das 18h às 21h
Cápsulas: 8 a 11 de maio (quarta a sexta, 14 às 17 horas; sábado, 9 às 12 e 14 às 17 horas)
Onde: Oi Kabum! (Pelourinho – Centro Histórico de Salvador)
Quanto: Grátis
Apoio Institucional: FUNCEB/ SecultBA

Bibliotecas celebram o Dia do Livro Infantil com programação especial

Foto: ASCOM/FPC
Para o dia do Livro Infantil, celebrado em 18 de abril, a Fundação Pedro Calmon / SecultBA, através da Diretoria de Bibliotecas Públicas (Dibip) realizará um conjunto de atividades, alusivas ao tema. Os eventos integram a programação de abril e o público infantil terá um dia especial com jogos, contação de história,  sessão de filmes e muito mais. A data foi escolhida em homenagem ao escritor paulistano, Monteiro Lobato, que nasceu em 1882, em Itaubaté. Ao longo de sua carreira Monteiro escreveu diversas histórias, dentre elas destacam-se Jeca Tatu e a Turma do Sítio do Pica-Pau Amarelo.

No Complexo Cultural dos Barris, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia comemora promovendo uma oficina literária inspirada na turma do Sítio do Pica-Pau Amarelo. A oficina será na quarta-feira (17), às 15h e também marca a celebração do nascimento do escritor brasileiro Monteiro Lobato, na ocasião os participantes irão confeccionar máscaras e adereços inspirados nos personagens criados pelo escritor. Com o mesmo tema, também, está  Biblioteca Anísio Teixeira, na Ladeira do São Bento, uma exposição que reúne as principais obras do escritor Monteiro Lobato, que segue em cartaz ao longo de todo o mês de abril
em cartaz na

Na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, em Nazaré, a apresentação será na próxima terça-feira (16), ás 10h. A Cia. Cabriola de Teatro fará a contação da história “O Galo Trombeta e a Festa no Céu”, que conta a história sobre de bichos da floresta e uma festa no Céu, que só foram convidados os animais que voam, gerando muita confusão e diversão. Esta mesma peça será apresentada na quinta (18), na Biblioteca Juracy Magalhães, do Rio Vermelho, às 9h.

O espetáculo é dirigido por Etiene Rebouças e faz parte do Projeto de Incentivo a Leitura e Contação de Histórias, criado pela Cabriola Cia de Teatro, que teve início em 2009 com a peça “Quem Conta, Faz-de-Conta” (Indicado ao Prêmio Braskem de Teatro). A Cia. Cabriola de Teatro foi a representante brasileira no “6º Encuentro Internacional de Maestros y Escuelas de Teatro”, no Equador.

SERVIÇO
O quê: Oficina Literária – Dia do Livro
Onde: Complexo Cultural dos Barris – Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quando: Dia 17/04, quarta-feira, às 15h 

O quê: Exposição do acervo de Monteiro Lobato
Onde: Biblioteca Anísio Teixeira, Ladeira de São Bento
Quando: Durante todo o mês de abril, das 8h30 às 18h

O quê: Narração da História “A Festa no Céu” – Dia Nacional do Livro Infantil
Onde: Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, Nazaré
Quando: Dia 16/04, terça-feira, às 10h

O quê: Narração da História “A Festa no Céu” – Dia Nacional do Livro Infantil
Onde: Biblioteca Juracy Magalhães Jr, Rio Vermelho
Quando: Dia 18/04, quinta-feira, às 9h

Todas as atividades são gratuitas