• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Aviso de funcionamento da Biblioteca


Biblioteca sedia palestra sobre Panafricanismo com filho de Marcus Garvey

Clique para ampliar
O legado de um dos responsáveis pela criação do Panafricanismo, o líder jamaicano Marcus Garvey, será apresentado em Salvador, na próxima sexta-feira (30), pelo seu herdeiro. O médico Julius Garvey, filho de Marcus, estará na Sala Katia Mattoso da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, às 14h, para destacar as ações realizadas pelo pai e que tiveram repercussão mundial.

Promovida pelo Instituto Mídia Étnica e a Instituição Rica Diáspora, dos Estados Unidos, a visita a Salvador tem como principal objetivo divulgar a memória do ativista por meio do seu filho, que é presidente da Fundação Marcus Garvey.

A atividade marca ainda os 50 anos da União Africana, organização política do continente africano inspirada pelo ativismo de Garvey. O encontro gratuito, em parceria com o Instituto Steve Biko, contará com a participação de militantes do movimento negro, estudantes, e o público em geral.

O Panafricanismo é um movimento político, filosófico e social que promove a defesa dos direitos do povo africano e da unidade do continente africano no âmbito de um único Estado soberano, para todos os africanos, tanto na África como em diáspora.

A teoria panafricanista foi desenvolvida principalmente pelos africanos na diáspora americana descendentes de africanos escravizados e pessoas nascidas na África a partir de meados do século XX, como William Edward Burghardt Du Bois e Marcus Mosiah Garvey, entre outros. No Brasil, foi divulgada amplamente por Abdias Nascimento.

Quando: Dia 30 de agosto (sexta-feira), às 14
Onde: Sala Katia Mattoso – Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

Fonte: Geledés Instituto da Mulher Negra

Dica Cultural: Últimos dias para conhecer os "Salões de Artes Visuais" em Feira

Divulgação
A pouco menos de duas semanas para o encerramento, a primeira etapa dos Salões de Artes Visuais da Bahia 2013, que acontece na cidade de Feira de Santana, no Centro de Cultura Amélio Amorim (Av. Presidente Dutra, 2.222, Capuchinhos), continua sendo uma boa opção para o público interessado em conhecer novidades e tendências da produção artística contemporânea. Promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), o Salão reúne 26 trabalhos selecionados por meio de edital público, e que trazem a assinatura de artistas de Feira de Santana, Salvador, Cachoeira, Amargosa e Araci. Eles utilizam técnicas diversas como a pintura, fotografia, gravura, serigrafia, instalação, videoarte e colagem. Dessas obras, três foram premiadas com R$ 7 mil, cada uma, pelo júri oficial do evento, e haverá também o Prêmio do Público, concedido através do voto dos visitantes.

Inaugurado no dia 26 de julho, o Salão de Feira de Santana continua recebendo dezenas de pessoas, especialmente estudantes universitários e do ensino médio das escolas da região. A entrada é gratuita, de segunda a domingo, das 10 às 20 horas. O encerramento da exposição será no dia 8 de setembro.

Salões de Artes Visuais da Bahia 2013
Edição Feira de Santana
Exposição com 26 obras                               
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim (Av. Presidente Dutra, 2.222, Capuchinhos)
Visitação: Até 8 de setembro,  de segunda a domingo, das 10h às 20h

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Audiência Pública sobre Economia Solidária acontece na Assembleia Legislativa

Divulgação
Será realizada amanhã, dia 29/08 (quinta-feira), às 13h30, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), uma audiência pública para discutir a carga tributária incidente sobre as cooperativas populares e outros empreendimentos solidários. O evento terá a participação do professor Paul Singer, Secretário Nacional de Economia Solidária, que é um dos pesquisadores mais reconhecidos nessa área.

A realização da atividade conta com a parceria da Cooperativa Múltipla Fontes de Engomadeira  (Coofe), da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Estado da Bahia (ITCP/COAPPES/UNEB), do Fórum Baiano de Economia Solidária, Rede de Alimentação da Economia Solidária, dos Centros Públicos de Economia Solidária da Bahia (CESOL's) e a Superintendência de Economia Solidária da Bahia (SESOL).

As cooperativas são organizações compostas por pessoas que tem objetivos comuns e se caracterizam pela gestão democrática. Esses empreendimentos solidários têm um papel significativo na geração de trabalho e renda, no combate à pobreza e na redução das desigualdades sociais. Além disso, configuram-se como um modelo de organização que contribui com o desenvolvimento socioeconômico, tanto dos cooperados quanto das localidades em que eles vivem.

O Estado baiano concentra o maior número de organizações do segmento da Região Nordeste e ocupa o 7º lugar do país, com cerca de mil cooperativas, segundo dados do Estudo sobre o perfil das cooperativas baianas, produzido pelo Observatório do Trabalho da Bahia. No Estado e no Nordeste, predomina nas cooperativas o emprego feminino. 

Serviço:
O quê: Audiência Pública Marco Legal da Economia Solidária
Onde: Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) - Auditório Jutahy Magalhães
Quando: dia 29 de agosto de 2013 (quinta-feira)
Quanto: Gratuito
Inscrições: inscricoes@neusacadore.com.br
Informações: (71) 9617-7335 / 3115-7148

Dica Cultural: Biblioteca Anísio Teixeira promove oficina com cartunista Antônio Cedraz

Divulgação
A Biblioteca Anísio Teixeira irá promover na próxima sexta-feira, dia 30, uma oficina literária em homenagem ao Dia do Folclore Nacional (22/08). Na atividade, que acontecerá às 14h30, a cultura nordestina terá espaço garantido com a participação do cartunista Antônio Cedraz, criador da Turma do Xaxado, que propaga o nordeste brasileiro para diversos leitores em todo o país.

Antônio Luiz Ramos Cedraz nasceu em Miguel Calmon – BA, mas cresceu e formou-se professor primário em Jacobina, também no interior do Estado, onde teve os primeiros contatos com as histórias em quadrinhos dos desenhistas brasileiros da década de 60: Ygaiara, Isomar, Maurício, Ziraldo, Shimamoto e outros.

Cedraz já criou vários personagens e teve seus trabalhos publicados nos principais jornais da Bahia e de outros estados, além de revistas lançadas por editoras de todo o país. Com seus desenhos e histórias, ele ganhou prêmios e menções honrosas em concursos e exposições no Brasil e exterior, entre eles o troféu como destaque no 2º Encontro Nacional de Histórias em Quadrinhos, realizado em Araxá (MG), em 1989; quatro troféus HQ MIX (1999, 2001, 2002 e 2003), além de o Prêmio Ângelo Agostini de “Mestre do Quadrinho Nacional”.

Sobre o seu principal trabalho, Cedraz afirma: “Dizem que o Xaxado é um pouco parecido comigo. A referência ao cangaço foi a imaginação que imperou, pois o cangaço está forte na memória do nordestino. Como fiz um personagem com o chapéu de cangaceiro, tive que inventar uma historinha de que ele era neto ou bisneto de um cangaceiro que viveu com o lendário Lampião”.

Quando: Dia 30 de agosto (sexta-feira), às 14h30
Onde: Biblioteca Anísio Teixeira - Ladeira de São Bento
Quanto: Gratuito

Emir Sader realiza conferência no Fórum do Pensamento Crítico

Divulgação
O sociólogo e cientista político Emir Sader é a atração do segundo encontro do Fórum do Pensamento Crítico 2013, cujo tema deste ano é “Cultura e Transformação Social” e acontece no próximo 6 de setembro (sexta), às 19h, na sala Katia Mattoso, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. Sader tem origem libanesa, é sociólogo e cientista político. Também é Mestre em Filosofia política e Doutor em ciência política pela Universidade de São Paulo, instituição na qual é professor emérito. Pensador da linha marxista, é membro do conselho editorial do periódico inglês New Left Review, além de ser um dos organizadores do Fórum Social Mundial.

A conferência de Sader tem como título “Pensamento critico latinoamericano e posneoliberalismo” e terá os comentários do deputado federal Emiliano José, doutor em Comunicação e Cultura Contemporânea pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor aposentado da Faculdade de Comunicação, onde lecionou por 25 anos, jornalista de carreira e escritor com nove livros publicados.

O Fórum do Pensamento Crítico 2013 conta com apoio da Fundação Perseu Abramo e da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, que incorporou as conferências como atividade de extensão. Iniciado em agosto, o Fórum tem programação até dezembro, com os próximos palestrantes e comentaristas já confirmados: a filósofa Marilena Chauí e João Carlos Salles (11 de outubro no Teatro Castro Alves) e o antropólogo argentino Néstor García Canclini e Paulo Lima (25 de outubro no Teatro ISBA).

Quando: Dia 6 de setembro (sexta-feira), 19h
Onde: Sala Katia Mattoso - Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris)
Inscrições e transmissão on line: www.fpc.ba.gov.br

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Dica Cultural: Palacete das Artes comemora 70 anos do cantor e compositor Gilberto Gil com exposição

Clique para ampliar
O Palacete das Artes recebe, a partir do dia 27 de agosto (terça-feira), às 19h30, a exposição GIL70, que celebra o septuagésimo aniversário de Gilberto Gil, comemorado no dia 26 de junho de 2012. Realizada através de uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC), Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e com patrocínio do Banco Itaú, a mostra foi concebida e realizada pelo poeta e designer gráfico André Vallias com a colaboração do pesquisador e ensaísta Frederico Coelho. O próprio Gilberto Gil colaborou musicalmente na feitura de uma das instalações interativas, mas não interferiu na curadoria da exposição.

São ao todo 23 trabalhos, entre pintura, grafite, vídeo, fotografia, escultura, poesia visual e instalação interativa, inspirados em canções de Gil ou dedicados a ele. O conjunto é acompanhado por uma linha do tempo ilustrada com fotos e capas de disco, por 18 displays interativos que dão acesso ao áudio, letra e comentários de 70 de suas mais emblemáticas composições e quatro totens multimídia que reúnem depoimentos de Gil sobre todas as fases de sua vida. Participam da exposição 27 artistas, poetas, videomakers, músicos, cineastas, programadores e designers: Carlos Adriano, José Roberto Aguilar, Ricardo Aleixo, Arnaldo Antunes, Lenora de Barros, Vivian Caccuri, Adriana Calcanhotto, Augusto de Campos, Ivan Cardoso, Antonio Dias, Eduardo Denne, Bené Fonteles, Lula Buarque de Hollanda, Alex Hornest, Jarbas Jácome, Gabriel Kerhart, Raul Mourão, Carlos Nader, Antonio Peticov, Gualter Pupo, Omar Salomão, Daniel Scandurra, Ariane Stolfi, André Vallias, Caetano Veloso, Andrucha Waddington e Luiz Zerbini.

Salvador é a terceira capital brasileira a receber a exposição, que já passou pelo Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília e segue em cartaz no Palacete até o dia 27 de outubro. GIL70 tem ainda um desdobramento digital que inclui uma antologia de textos escritos por Gilberto Gil – entre manifestos, artigos, discursos e entrevistas – e uma coletânea de crônicas escritas especialmente para a ocasião por nome como Rita Lee, José Miguel Wisnik , Marisa Alvarez Lima, Hermano Vianna, Jerusa Pires Ferreira, Carlos Rennó, Fernanda Torres, Andre Midani, Inês Pedrosa, Arto Lindsay, Bernardo Oliveira, Francisco Bosco, Jorge Mautner, Evando Nascimento, DJ Dolores e Paquito.


Fonte: DIMUS/BA

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Dica Cultural: CineFacom exibe “Ritos de Passagem” de Chico Liberato

Clique para ampliar
No próximo dia 28 de agosto (quarta-feira), o CineFacom - Mostra Audiovisual dos Estudantes da UFBA exibirá o longa-metragem de animação, Ritos de Passagem (2012), do artista plástico e diretor baiano Chico Liberato. A exibição começará às 19h, no auditório da Faculdade de Comunicação (FACOM) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Logo após, acontecerá um bate-papo com as presenças do diretor do longa, Chico Liberato, e  também da roteirista, Alba Liberato.

O bate-papo será mediado por Adriano Oliveira, mestre  em Teorias e Crítica da Literatura e da Cultura, com enfoque em análise fílmica, doutorando na UFBA com um projeto sobre o cinema de Tarantino e atual professor assistente do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). 

Ritos de Passagem - A animação gira em torno de dois personagens recorrentes no imaginário nordestino, o Santo e o Guerreiro. Após a morte, os dois personagens entram na barca de Caronte, o barqueiro do rio que separa o mundo dos vivos do mundo dos mortos, segundo a mitologia grega. A partir desse enrendo envolvente, é iniciada uma reflexão sobre os atos e escolhas que cada personagem fez em resposta aos acontecimentos que a vida lhes reservou. 

O filme dialoga com o cotidiano do povo nordetino, o qual vive seu dia-a-dia imersos em suas crenças e superstições. Em Ritos de Passagem, Chico nos apresenta cantigas populares típicas do Nordeste, folclore, costumes e hábitos da gente do semi-árido brasileiro. Os dois personagens principais da animação, o Santo e o Guerreiro, são uma clara homenagem a Lampião  e Antônio Conselheiro.

Projeto - Criado em fevereiro de 2013, por meio do Centro Acadêmico da Faculdade de Comunicação da UFBA, o projeto CineFacom  tem sido um espaço de circulação e reflexão da produção audiovisual acadêmica e contemporânea. O Cinefacom promove mostras quinzenais, de variados gêneros e temáticas, possibilitando a inscrição de vídeos de estudantes matriculados na UFBA. Atualmente o CineFacom é realizado com apoio da UFBA através do Edital PROEXT/Eventos 2013, com emissão de certificados de horas de extensão acadêmica.

Quando: Dia 28 de agosto (quarta-feira), às 19h;
Onde: Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA - Ondina
Quanto: Gratuito

Projeto Cine Braille exibe filme "Verônica"

Cena do filme "Verônica"
Através do Setor Braille, que dá suporte aos frequentadores com deficiência visual em suas tarefas de leitura e escrita, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia realiza em 2013 a exibição de filmes com audiodescrição, com o projeto Cine Braille. A mostra acontece na última sexta-feira de cada mês, sempre às 15h, e tem entrada gratuita.

No dia 30 de agosto, será exibido Verônica (2009), longa-metragem brasileiro dirigido por Maurício Farias e protagonizado por Andréa Beltrão.

Sinopse
Verônica (Andréa Beltrão) é uma professora da rede municipal d Rio de Janeiro. Em seu trabalho ela precisa enfrentar assaltos, tráfico de drogas, roubo de equipamento escolar e homicídios. Após trabalhar na função por 20 anos, ela está esgotada e sem paciência. Um dia, ao sair do colégio em que trabalha, ela nota que ninguém veio buscar Leandro (Matheus de Sá), de 8 anos. Verônica decide levá-lo até sua casa, na favela, mas ao chegar descobre que traficantes mataram os pais de Leandro e agora estão atrás dele. Ela decide levá-lo consigo, buscando ajuda para escondê-lo.

Quando: Dia 30 de julho (sexta-feira), às 15h
Onde: Setor Braille (térreo) - Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

"Conversando com a sua História" tem aula com professora da UEFS

Clique para ampliar
O curso Conversando com a sua História, promovido pelo Centro de Memória da Bahia na Biblioteca, recebe na próxima segunda-feira (26) a professora da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) Alana Oliveira Freitas El Fahl, com a palestra "O sorriso poético da Bahia, de Lulu Parola e outras epigramistas". O evento acontecerá às 17h, na Sala Katia Mattoso – auditório do Complexo Cultural dos Barris.

O projeto é voltado para estudantes, professores e pesquisadores da História da Bahia e está em sua 11ª edição. O principal objetivo do curso é preservar e difundir a memória histórica, trazendo à comunidade discussões e abordagens atuais sobre os temas programados.

As mesas de debate serão integradas por historiadores e professores universitários. Confira a programação completa dos outros meses através do site Fundação Pedro Calmon.

Quando: Dia 26 de agosto (segunda-feira), às 17h
Onde: Sala Katia Mattoso - Auditório do Complexo Cultural dos Barris
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Dica Cultural: Mostra "Invisíveis" está em cartaz na Livraria Cultura

Divulgação
A exposição Invisíveis está em cartaz na Livraria Cultura do Salvador Shopping até o dia 30 de setembro, com visitação gratuita das 09h às 22h. Na mostra, o artista visual baiano Denissena cria personagens que retratam a realidade social vivida por homens e mulheres da periferia, sem retirar deles o caráter da ludicidade. 

Motivado pela ideia de que o simples também pode ser muito forte, explora as técnicas do nanquim, da acrílica, do lápis de cor e do spray, todos sobre o papel, e convida o espectador a apreciar a poesia visual que narra o cotidiano de pessoas ‘invisíveis’. A curadoria de arte é de José Carlos, de São Paulo.

Quando: Até 30 de setembro, das 09h às 22h
Onde: Livraria Cultura - Salvador Shopping
Quanto: Gratuito
Fonte: Guia do Ócio

Setor de Documentação Baiana disponibiliza exposição virtual sobre cidade de Cachoeira

Cachoeira | Foto: Diego Mascarenhas/Agência A Tarde
A "Exposição Virtual" do mês de agosto está disponível no canal da Biblioteca no Youtube. A exposição, criada pelo Setor de Documentação Baiana, fala um pouco sobre sobre a historia e a cultura da cidade de Cachoeira, localizada às margens do Rio Paraguaçu, no Recôncavo Baiano. 

Exposição Virtual - O Setor de Documentação Baiana da Biblioteca apresenta, todos os meses, o "Projeto Memória da Bahia", através da sua "Exposição Virtual". Com uma frequência mensal de 850 frequentadores, entre estudantes e pesquisadores, o Setor têm seu acervo bibliográfico sobre a história e cultura baiana, estimado em aproximadamente 6.500 publicações em formato de monografias, livros, recortes de periódicos, periódicos, folders e catálogos. Confira a exposição "Cachoeira Heroica e Encantadora":

Vídeo - Exposição virtual "Cachoeira Heroica e Encantadora"

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Biblioteca exibe filmes para crianças no Setor Infantil

"A Casa Monstro" será o último filme exibido em agosto
A Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris) exibirá filmes destinados ao público infantil, nas terças e quintas de agosto, sempre às 10h e às 15h, com entrada gratuita. Na quinta-feira (22) e na terça-feira (27), nos mesmos horários, a sessão apresenta o filme O Saci, do diretor Rodolfo Nanni.

A película mostra as aventuras de Narizinho e Emília no Sítio do Picapau Amarelo, que junto a Pedrinho querem capturar um Saci em uma garrafa, seguindo as instruções do Tio Barnabé. O Saci depois de capturado e solto novamente irá ajudar Pedrinho a desfazer uma bruxaria que a Cuca jogou em Narizinho, transformando-a em pedra.

Encerrando o ciclo de exibições, na quinta-feira (29), nos mesmos horários, é vez de A casa monstro, do diretor Gil Kenan. O enredo apresenta uma casa onde as coisas não param de sumir: bolas de basquete, triciclos, brinquedos e animais de estimação.

Quando: Todas as terças e quintas, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil, térreo da Biblioteca
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Biblioteca exibe filme "O que é Isso, Companheiro" nesta quarta-feira

Cena do filme "O que é Isso, Companheiro?"
Nesta quarta-feira (21), o projeto "Filme na Biblioteca" apresenta o longa "O que é Isso, Companheiro?", de Bruno Barreto, um filme que retrata a situação do Brasil durante o período da Ditadura Militar e a implantação do AI-5. A exibição acontece na Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar), com duas sessões: a primeira às 10h e a última às 15h. A entrada é gratuita.

Sinopse
Em 1964, um golpe militar derruba o governo democrático brasileiro e, após alguns anos de manifestações políticas, é promulgado em dezembro de 1968 o Ato Constitucional nº 5, que nada mais era que o golpe dentro do golpe, pois acabava com a liberdade de imprensa e os direitos civis. Neste período vários estudantes abraçam a luta armada, entrando na clandestinidade, e em 1969 militantes do MR-8 elaboram um plano para sequestrar o embaixador dos Estados Unidos (Alan Arkin) para trocá-lo por prisioneiros políticos, que eram torturados nos porões da ditadura.

Trailler
Clique para assistir

Quando: Dia 21 de agosto (quarta-feira), às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito
Apoio: Locadora Vídeo & Cia – Site: www.locadoravideoecia.com.br

Dica Cultural: MAM-BA oferece oficina gratuita de fotografia de setembro a novembro

Rafael Martins ministrará oficina
O Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) oferecerá, a partir de setembro, uma oficina de fotografia ministrada pelo fotógrafo Rafael Martins. O curso acontecerá na sede da DIMAS (Biblioteca Pública dos Barris) e destina-se àqueles que têm uma curiosidade pelo mundo fotográfico. Através de conceitos teóricos e técnicos, serão trabalhadas algumas possibilidades artesanais da fotografia entre aulas e oficinas.

Com um total de 48 horas de curso (4 horas por semana durante 3 meses), haverá de forma sistematizada processos criativos na confecção de aparelhagens fotográficas e produção de imagens digitais. O curso visa à produção de um trabalho final em fotografia e é reservado àqueles que já possuem os conhecimentos básicos.

O objetivo das oficinas é apresentar o universo da fotografia através de suas raízes artesanais e discutir quais são suas possibilidades na técnica digital. Além disso, as aulas permitirão discussões sobre percursos históricos da fotografia e especulações futuras como uma plataforma cada vez mais presente em diversos campos do conhecimento. As inscrições serão abertas no dia 26 de agosto, às 16h, e estarão disponíveis através do site www.bahiamam.org.

Rafael Martins, natural de Salvador, Bahia, é fotojornalista associado à ARFOC Brasil, formado em Produção Cultural pela UFBA e já passou pela Secom do Governo do Estado da Bahia e pelo Jornal Correio*. Este ano foi vencedor na categoria de “Impactos das Mudanças Climáticas” em um concurso realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Requisitos para participar do curso: Os alunos que se interessarem pelo curso devem ter uma noção básica de fotografia e também devem possuir uma câmera DSLR, além de um tripé para uso em aula.

Oficina de Fotografia com Rafael Martins
Quando: de 04 de setembro a 13 de novembro
Onde: DIMAS - Complexo Cultural dos Barris (subsolo da Biblioteca)
Quanto: Gratuito
Inscrições: a partir do dia 26 de agosto, às 16h, no site www.bahiamam.org
Fonte: MAM/BA

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Laura Castro lança livro na Biblioteca

Foto: Divulgação
O segundo trabalho de ficção da escritora baiana Laura Castro é guiado por uma narrativa atravessada pelo princípio do corte. A novela se desenrola na história da protagonista-narradora, Marielena, que recorre a Ed, um editor de imagens, para editar suas memórias.

O lançamento deste livro integra o processo criativo coletivo da autora e dos artistas Caca Fonseca, Clara Pignaton, Flávio Flos Oliveira, Pedro Britto e Tiago Ribeiro, testando limites do livro tradicional, investindo em acabamentos artesanais e agregando técnicas como a serigrafia.

O evento marca ainda a abertura da instalação Ilha de Ed, construída pelo grupo para o projeto, onde o leitor poderá adentrar o universo narrativo do enredo e seus personagens, tanto pela manipulação quanto pela dramaturgia de objetos e de elementos visuais.

Serviço
O quê: Lançamento do livro Fio Condutor e instalação Ilha de Ed
Quando: Dia 16 de agosto, às 19h
Onde: Vão do Foyer - Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris)
Quanto: Gratuito
Informações: 71 8162-0099 / lauracastro.ar@gmail.com
Fonte: Agenda Cultural BA

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Direitos Autorais: Saiba como registrar obras via internet

Imagem: Ilustrativa

A Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) informa que o Posto Estadual de Registro de Direitos Autorais, vinculado à Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, está fechado por tempo indeterminado. Mas você pode registrar suas obras via internet. Saiba como:

Como e para onde devo encaminhar as obras que desejo registrar?
Todas as obras a serem encaminhadas para registro deverão ser apresentadas em um exemplar legível, devidamente numerado e com cada página rubricada pelo(s) autor(es) requerente(s),  tendo em vista que tal cópia ficará armazenada conosco em definitivo. Logo, guarde sempre consigo, a obra original. As obras encaminhadas para registro ficarão sob a guarda do Escritório de Direitos Autorais e estarão acessíveis somente ao autor/titular ou seu procurador devidamente autorizado. Todos os registros devem ser encaminhados juntamente com o Formulário de Requerimento para Registro e/ou Averbação, preenchido em letra de forma, datado e assinado conforme a assinatura da identidade do (a) requerente, (anexar sempre a cópia legível do CIC/RG dos autores requerentes). Remessa para o seguinte endereço: Rua da Imprensa, n. º 16 - 12.º andar - S.l. 1.205 - Castelo - Rio de Janeiro - RJ - CEP. 20030-120. Lembramos que a forma mais rápida e segura para a remessa do material é o SEDEX.

O registro é gratuito, ou é feito mediante pagamento?
O registro NÃO é gratuito. Com o advento da nova Lei do Direito Autoral (9.610/98), cessou a gratuidade do registro. A partir da publicação do referido diploma legal, o pagamento passou a ser obrigatório (veja a Tabela de Preços).

Para mais informações e registro das obras acesse o portal da Biblioteca Nacional nos links:

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Dica Cultural: Evento circense promove oficinas e apresentações gratuitas

Clique para ampliar
Estudantes do curso de Produção Cultural da Faculdade de Comunicação - FACOM - UFBA, realizam o evento Circolando com apresentações e oficinas circenses gratuitas. O evento acontece nos dias 16 e 17 de agosto, com presenças já confirmadas de artistas e grupos, como o ator e diretor Demian Reis, a Cia Opa!Lhaços a Cia Pé na Terra, o grupo Ereoatá e Trupe Treco. O Circolando será realizado nas praças Terreiro de Jesus e Pedro Arcanjo - Pelourinho, no Parque de Pituaçu e no Circo Picolino.

A abertura será dia 16 de agosto, às 14 horas, no Terreiro de Jesus, com a oficina de palhaçaria ministrada pelo ator e diretor Demian Reis, às 15 horas com as oficinas de malabares ministrada  pelo grupo Trupe Treco e de perna de pau ministrada pelo grupo Ereoatá. Às 17 horas, a Cia Opa!Lhaços apresenta o espetáculo “Procura-se uma Farsa de Amor”, em seguida às 18 horas é a vez do espetáculo “As aventuras de Furabolo e Fuscalina”. O primeiro dia termina com o show do DJ Berg Benoni seguido da banda Cabeça de Nós Todos na Praça Pedro Arcanjo, a partir das 20h.

No segundo dia (17), as atividades começam mais cedo. Comandada pela Cia Pé na Terra, a diversão para a criançada será no Parque de Pituaçu, às 10h, com a apresentação do espetáculo “Didi Siriguela e Caxambó no Maior Espetáculo da Terra”. Também acontece no parque a oficina de malabares e slackline, ministrada pelo grupo Trupe Treco, além de pintura de rosto para os pequenos. Pela tarde, a partir das 15 horas, serão oferecidas oficinas no Circo Picolino de tecido, acrobacia e trapézio. Logo após, artistas, palhaços e malabaristas são convidados a participarem do Rua das Artes com a Cia Pé na Terra e às 19 horas o evento se encerra com o espetáculo Grão de Circo Pé na Terra.

O projeto Circolando é produto da disciplina Oficina de Produção Cultural, ministrada pelo professor Leonardo Costa e tem como objetivo a criação de um ambiente de incentivo a área circense, diversificando a agenda cultural local e proporcionando visibilidade aos artistas, assim como promover a expansão do público interessado nesse segmento artístico. O evento é realizado em parceria com o Governo o Estado da Bahia através do Centro de Culturas Populares Identitárias - CCPI e tem apoio da Universidade Federal da Bahia - UFBA através do Edital PROEXT/ Eventos 2013.

Quando: dias 16 e 17 de agosto
Onde: Dia 16 de agosto Praça Terreiro de Jesus no Pelourinho a partir das 14 horas e a partir das 20 horas na Praça Pedro Arcanjo
Dia 17 de agosto a partir das 10 horas da manhã no Parque de Pituaçu e a partir das 15 horas no Circo Picolino
Quanto: Gratuito

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Dica de Leitura: Novos títulos em braille na Biblioteca

Clique para ampliar
A Dica de Leitura de hoje é para os portadores de deficiências visuais. A Fundação Dorina Nowill Para Cegos doou quatro títulos em braille para a Biblioteca, que já estão disponíveis no acervo da Instituição. Os livros são "Passageiro do Fim do Dia", de Rubens Figueiredo, "Gotham Sampa City", de Eduardo Zugaib, e "O Casamento", de Nicholas Sparks, todos disponíveis no Setor Braille; além de "Agapinho - Ágape para Crianças", do Padre Marcelo Rossi, disponível no Setor Infantil.

Os livros em braille são obras diferenciadas, cujo sistema é utilizado universalmente na leitura e na escrita por pessoas cegas. Além dos livros doados, o Setor Braille, que funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 18h, conta com um acervo variado de audiolivros, filmes, livros e revistas em braille. Já o Setor Infantil, que também possui obras em braille, funciona de segunda à sexta-feira, das 08h30 às 18h e aos domingos, das 10h às 16h.

Dica Cultural: Projeto exibe documentário "Feminino Cangaço" na Câmara Municipal

Clique para ampliar
Em comemoração ao mês da Cultura Popular, o projeto Curta Cinema, do Centro Cultural Vereador Manuel Querino, da Câmara Municipal de Salvador, exibirá no dia 14 de agosto, às 15h e 17h30, o documentário Feminino Cangaço, dos diretores Lucas Viana e Manoel Neto.

Este documentário propõe uma reflexão sobre a entrada das mulheres no cangaço, suas motivações, as superstições em torno delas, seus papeis dentro dos bandos, crenças e dramas pessoais. Busca compreender e ressaltar a importância destas mulheres que transgrediram os valores sociais de sua época e ajudaram na construção do “fenômeno do cangaço”, destacando-as como sujeitos ativos desta história, cuja força surpreende ainda nos dias atuais.

São entrevistados no filme especialistas na temática do cangaço, a exemplo do sócio fundador da União Nacional de Estudos Históricos e Sociais (Unehs), Antonio Amaury, e os pesquisadores Frederico Pernambucano de Melo, Luiz Ruben, Rosa Bezerra e Germana Gonçalves. Também estão presentes os depoimentos da filha e neta de Lampião e Maria Bonita, Dona Expedita e Vera Ferreira.

O filme é uma produção do CEEC - Centro de Estudos Euclides da Cunha, órgão suplementar da UNEB, e da WebTV UNEB, em coprodução com a Épuras - Laboratório Audiovisual. Após o primeiro horário de exibição, às 15h, será realizado um bate-papo com os diretores do filme. A entrada é franca.

Quando: Dia 14 de agosto (quarta-feira), às 15h e 17h30
Onde: Centro Cultural Vereador Manuel Querino (Câmara Municipal de Salvador)
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Dica Cultural: Instituto Geográfico e Histórico da Bahia promove oficina para cegos

Divulgação
O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia promove nos dias 15 e 16 de agosto, das 14h às 17h, a oficina “Modificações urbanas de Salvador”, direcionada às pessoas com deficiência visual.

A proposta é mostrar, com apoio da manipulação de modelos em relevo, as principais transformações urbanas da capital, sua evolução e fortificações, começando pela Pituba, avançando em direção à Barra, e seguindo até São Joaquim.

De acordo com o coordenador e instrutor do curso, geólogo e historiador Rubens Antonio da Silva Filho, em cada espaço serão descritos eventos históricos e como o relevo e as modificações urbanas as condicionaram. “Entender como e quando se deu esse processo é fator decisivo para que o publico alvo do curso perceba como se desenvolveu a nossa história”, esclarece.

A inscrição é gratuita e deve ser feita pelo telefone (71) 3329-4463 e email: ighbahia@gmail.com. Informações no site www.ighb.org.br.

Fonte: IGHB

Biblioteca exibe filme "Adeus, Lenin!" nesta quarta-feira

Cena do longa "Adeus, Lenin!"/Reprodução
Nesta quarta-feira (14), o projeto "Filme na Biblioteca" apresenta o filme "Adeus, Lenin!" (Good Bye, Lenin!), do diretor Wolfgang Becker. Ambientado na Alemanha das décadas de 1980 e 1990, o longa traz uma importante contextualização sobre o período histórico, quando o país estava dividido pelo Muro de Berlim. As sessões acontecem gratuitamente na Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar), com capacidade para 98 pessoas, às 10h e 15h.

Sinopse
Em 1989, pouco antes da queda do muro de Berlim, a Sra. Kerner (Katrin Sab) passa mal, entra em coma e fica desacordada durante os dias que marcaram o triunfo do regime capitalista. Quando ela desperta, em meados de 1990, sua cidade, Berlim Oriental, está sensivelmente modificada. Seu filho Alexander (Daniel Brühl), temendo que a excitação causada pelas drásticas mudanças possa lhe prejudicar a saúde, decide esconder-lhe os acontecimentos. Enquanto a Sra. Kerner permanece acamada, Alex não tem muitos problemas, mas quando ela deseja assistir à televisão ele precisa contar com a ajuda de um amigo diretor de vídeos.

Trailler




Quando: Dia 14 de agosto (quarta-feira), às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Conversando com a sua História retoma atividades com o tema central "História e Literatura"

Clique para ampliar
Depois de uma pequena pausa no mês de julho, o curso Conversando com a sua História, promovido pelo Centro de Memória da Bahia, retoma seus encontros semanais. Em agosto, o projeto irá pautar a relação da história da Bahia com a literatura. Ao todo haverá mais três encontros, sempre nas segundas-feiras (dias 12, 19 e 26).

Encontros - O livro “A volta das estradas”, de Xavier Marques, será discutido no dia 12 com a presença do também historiador Marcelo Souza Oliveira, que virá de Catu-BA, para participar do projeto.

A professora da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Alana Oliveira Freitas El Fahl, participa do Conversando com a sua História no dia 19 de agosto, abordando o tema: “O sorriso poético da Bahia, de Lulu Parola e outras epigramistas. No dia 26, o último encontro do mês será com o professor Gildeci de Oliveira Leite, da UNEB, doutorando em Difusão do Conhecimento pela UFBA. Ele falará sobre o universo religioso de Jorge Amado, com a palestra os “Amados Orixás”.

O projeto é voltado para estudantes, professores e pesquisadores da História da Bahia e está em sua 11ª edição. Os encontros do projeto são realizados sempre nas segundas-feiras, às 17h, na Sala Katia Mattoso – auditório do Complexo Cultural dos Barris. O principal objetivo do curso Conversando com a sua História é preservar e difundir a memória histórica, trazendo à comunidade discussões e abordagens atuais sobre os temas programados.

As mesas de debate serão integradas por historiadores e professores universitários. Confira a programação completa dos outros meses no site da Fundação Pedro Calmon.

Quando: Dias 12, 19 e 26 de agosto, sempre às 17h
Onde: Sala Katia Mattoso da Biblioteca - Complexo Cultural dos Barris
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Cia Deborah Colker participa dos projetos Domingo no TCA e Conversas Plugadas

Divulgação
A edição de agosto do projeto Domingo no TCA irá receber Velox, consagrado espetáculo da Cia. de Dança Deborah Colker, que será apresentado no dia 11 de agosto (domingo), às 11 horas, na Sala Principal do Teatro Castro Alves. Com ingressos a R$ 1, esta iniciativa do TCA oferece, desde 2007, atrações nas mais variadas linguagens artísticas, representando importante opção de lazer para os soteropolitanos e visitantes nas manhãs de domingo. Os ingressos começam a ser vendidos às 9 horas, no dia do espetáculo, com acesso imediato do público ao teatro.

A coreógrafa Deborah Colker participa da edição de agosto do projeto Conversas Plugadas, que pela primeira vez acontece fora do TCA, no Centro cultural Plataforma. O evento será no dia 13 de agosto, às 14h, com entrada gratuita.

Velox é o segundo espetáculo da companhia de dança, criado em 1995. A montagem envolve cinco temas como fio condutor: Mecânica, Cotidiano, Alpinismo, Lutas Marciais e Esportes.  Os dançarinos utilizam uma parede de sete metros de altura para testar a gravidade através do movimento coreográfico.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Exposição Itinerante da Biblioteca é divulgada no Diário Oficial

Dica Cultural: Estão abertas as inscrições para 4º Encontro Baiano de Museus

Instituto Feminino vai sediar Encontro
Estão abertas as inscrições para a 4ª edição do Encontro Baiano de Museus, promovido pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC). Este ano, o evento acontece em Salvador, no Instituto Feminino, nos dias 10 e 11 de setembro, sob o tema "Museus, Educação e Desenvolvimento Social". 

Interessados em participar com relatos de experiência – apresentação oral – devem se inscrever aqui, no período que se estende até 18 de agosto. É preciso preencher uma ficha de inscrição, apresentar um resumo do trabalho e enviar para o e-mail encontrobaianodemuseus@gmail.com. O endereço é o mesmo para o público geral, que envolve comunidade museológica, sociedade civil, instituições do setor privado, universidades, museus e órgãos de gestão museológica federal, estadual e municipal. Estes têm um prazo maior de inscrições: até 05 de setembro. Para ambos os casos, a inscrição é gratuita. O número de vagas é limitado. Durante o evento, os participantes podem levar um pacote de fralda geriátrica, que será doado ao Lar Irmã Maria Luiza (Mares).

O objetivo do 4º Encontro Baiano de Museus é colaborar com a democratização do conhecimento construído pelos profissionais da área, promover o debate sobre o papel que os museus desempenham na contemporaneidade e ressaltar a conexão entre estes espaços e o futuro, desconstruindo a noção que engessa estas instituições no passado. O evento é, ainda, um momento para o setor refletir, avaliar e delinear diretrizes para a área, consolidando a Política Setorial de Museus, em consonância com a Política Nacional de Museus (PNM). Mais informações pelo telefone (71) 3117-6381.

Fonte: Dimus/BA

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Dica Cultural: Palacete das Artes exibe documentários sobre a vida de Martim Scorsese e James Dean

James Dean é retratado em documentário
O Palacete das Artes promove, a partir desta quarta (7), sempre às 17h, mais uma edição do projeto “Cinema no Palacete”. Durante o mês de agosto, o projeto, que tem entrada gratuita, traz apara o público dois documentários, "Uma Viagem Pessoal com Martin Scorsese pelo Cinema Americano" e "James Dean, Memórias de um Rebelde". O primeiro é resultado de uma parceria entre o próprio Scorsese e o British Film Institute para comemorar o centenário do cinema, onde o cineasta produziu um longa dividido em três partes, apresentadas pelo Palacete nesta quarta (7), sexta (9) e nos dias 14, 16, 21 e 23 deste mês.

No documentário, Scorsese fala dos filmes que mais marcaram a sua juventude, trazendo cenas de grandes e importantes longas através da experiência pessoal, contando ainda com participações de figuras lendárias do cinema americano como: Gregory Peck, Billy Wilder, Francis Ford Coppola, Brian de Palma, Samuel Füller, além de imagens de arquivo com Fritz Lang, John Ford, Frank Capra Elia Kazan e muitos outros. Já "James Dean, Memórias de um Rebelde", revela a história do ator James Jean através de clipes, cenas de bastidores, fotos de arquivos e entrevistas com atores que foram seus colegas e compartilharam seu último ano de vida. Depois de décadas, James Dean ainda permanece como arquétipo de rebelde para muitas gerações. O longa será exibido pelo Palacete nos dias 28 e 30 de agosto.

Fonte: Ascom/Palacete das Artes

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Dica Cultural: Mostra Lunar é prorrogada e segue em cartaz até 25 de agosto

Adicionar legenda
Composta por obras de 11 fotógrafos que pensam seus registros a partir da experiência e da perspectiva baiana, a exposição Lunar – Fotografia na Bahia Agora estende sua temporada na Galeria Solar Ferrão, no Pelourinho, e fica aberta à visitação até o dia 25 de agosto. A mostra traz 18 trabalhos que possuem diferentes versões de uma realidade que se descola para além do tempo presente, localizando um mundo e uma Bahia libertos da repetição incessante de suas próprias imagens. Com entrada gratuita, Lunar tem curadoria do Museu de Arte Moderna da Bahia.  

Os visitantes poderão conhecer trabalhos fotográficos de Alex Oliveira, Bianca Portugal, Fernanda Sanjuan, Ivã Coelho, Karla Rubia, Lia Cunha, Nicolas Soares, Patrícia Almeida, Rogério Ferrari, Sabrina Pestana e Valeria Simões. Os expositores utilizaram técnicas digitais, analógicas, bem como outros meios, a exemplo de Polaroid e pinhole, para apresentar a fotografia como arte contemporânea, que vai além do registro da imagem e se torna documento histórico que reflete as impressões da sociedade.


Com atuação de destaque no cenário atual da fotografia baiana, os artistas que participam de Lunar abordam os mais diversos temas, a exemplo da solidão, melancolia e as relações entre tempo e espaço. A Galeria Solar Ferrão fica na Rua Gregório de Mattos, nº 45, Pelourinho. O espaço funciona de terça a sexta, de 12h as 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h.

Fonte: DIMUS/BA

Biblioteca exibe filme "O Homem que Copiava" nesta quarta-feira

Cena de "O Homem que Copiava"
O projeto "Filme na Biblioteca", sessão que a Biblioteca realiza todas as quartas-feiras, apresenta esta semana, no dia 07, às 10h e 15h, o longa "O Homem que Copiava" (2003), do diretor Jorge Furtado. A comédia romântica, estrelada por Lázaro Ramos, conta a história de um jovem humilde que decide copiar dinheiro para tentar impressionar a garota pela qual é apaixonado.

Sinopse
André (Lázaro Ramos) é um jovem de 20 anos que trabalha na fotocopiadora da papelaria Gomide, localizada em Porto Alegre. André mora com a mãe e tem uma vida comum, basicamente vivendo de casa para o trabalho e realizando sempre as mesmas atividades. Num dia André se apaixona por Sílvia (Leandra Leal), uma vizinha, a qual passa a observar com os binóculos em seu quarto. Decidido a conhecê-la melhor, André descobre que ela trabalha em uma loja de roupas e, para conseguir uma aproximação, tenta de todas as formas conseguir 38 reais para comprar um suposto presente para sua mãe.

Trailler
Clique para assistir

Quando: dia 07 de agosto (quarta-feira), às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando (3º andar)
Quanto: Gratuito