• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

terça-feira, 31 de março de 2015

De Olho na Notícia: Inscrições abertas para o workshop "Modelos de Negócio no Audiovisual"

Clique para ampliar
Estão abertas as inscrições para o workshop Modelos de Negócio no Audiovisual, que acontece nos dias 9 e 10 de abril, na Sala Alexandre Robatto, Complexo Cultural dos Barris, destinado a representantes de produtoras e agentes do mercado audiovisual baiano. As inscrições, gratuitas, podem ser realizadas até sexta-feira, dia 3 de abril.

O laboratório, que pretende apresentar estratégias de viabilização e sustentabilidade de projetos audiovisuais a partir da discussão de diferentes modelos de negócio existentes no mercado, será ministrado por Márcio Yatsuda, presidente da produtora Movioca Content House, professor da Academia Internacional de Cinema de São Paulo e membro do Conselho Federal da ABPITV (Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão).

Participantes com um projeto audiovisual em fase de pré-produção ou desenvolvimento podem se inscrever na modalidade de consultoria especializada, que acontece no dia 9, das 9h às 18h. Serão aceitos dois representantes por projeto. Já o painel que acontece no dia 10, das 8h30 às 12h, cujo tema será o mercado da TV Paga e o processo de comercialização de produtos para TV, será aberto ao público em geral.

A ação visa oferecer uma prévia do que será o Nordeste.Lab, que acontecerá entre os dias 20 a 23 de maio, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris.


O quê: Inscrições abertas para o workshop "Modelos de Negócio no Audiovisual"
Quando: Inscrições até 3 de abril. | Workshop nos dias 9 de abril, das 9h às 18h, e 10 de abril, das 8h30 às 12h
Onde: Sala Alexandre Robatto, Complexo Cultural dos Barris
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Biblioteca Infantil Monteiro Lobato promove esquetes de Palhaço

Foto: Divulgação
No dia 09/04, às 15h, a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML), em parceria com o grupo Viapalco, realizam a atividade Esquetes de Palhaço, com os atores Ive Alencar e Agamenon de Abreu. Neste dia, eles apresentarão cenas divertidas com palhaços animados.

O quê: Biblioteca Infantil Monteiro Lobato promove esquetes de Palhaço
Quando: 09 de abril, quinta-feira, às 15h
Onde: Biblioteca Infantil monteiro Lobato
Quanto: Gratuito

Fonte: fpc.ba.gov.br

Dica Cultural: OSBA estreia Série Lina Bo Bardi com concerto gratuito no Palacete das Artes

Foto: Adenor Gondim | Divulgação
A Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) abre nesta quinta-feira (02 de abril), às 18h, no Palacete das Artes, no bairro da Graça, a temporada da sua mais nova Série de Concertos.

Batizada com o nome de Lina Bo Bardi (1914-1992), a série homenageia a arquiteta italiana radicada no Brasil, que a partir do final da década de 50 teve forte atuação na Bahia, onde dirigiu o Museu de Arte Moderna (MAM-BA) e assinou o projeto de recuperação do Solar do Unhão. Mais conhecida pelos baianos como “Dona Lina”, a arquiteta permaneceu em na capital baiana até 1964. Nascida em Roma, ela é também responsável por projetos arquitetônicos de relevância no Brasil, como o MASP e o SESC Pompéia, em São Paulo.

A primeira edição da SÉRIE LINA BO BARDI será realizada no Salão Principal do 2º Pavimento do Palacete das Artes (Graça). A OSBA contará com a regência do maestro Carlos Prazeres, atual curador artístico da Sinfônica da Bahia. O programa deste que será um concerto de câmara para sopros traz a “Serenata em Dó Menor K.388”, do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), e ainda a peça “Quinteto Para Sopros”, do francês Claude-Paul Taffanel (1844-1908).

O quê: OSBA estreia Série Lina Bo Bardi com concerto gratuito no Palacete das Artes
Quando: 02 de abril, quinta-feira, às 18h
Onde: Palacete das Artes, Graça
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 30 de março de 2015

Legados Raros: Da Ásia

BARROS, João de & COUTO, Diogo de. Da Ásia. - Nova ed. -
Lisboa: Na Regia Officina Typographica, 1777-1788. 24v., : il.; 18cm.

Criada em 1811 com acervo de 3.000 volumes, em sua maioria em língua francesa, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) teve como seu primeiro administrador o próprio idealizador e autor do plano para sua criação, Pedro Gomes Ferrão de Castello  Branco, e nesses dois séculos de história, constituiu e preservou uma coleção literária rara e especial, de fundamental relevância para pesquisa. Atualmente a Subgerência de Obras Raras e Valiosas guarda a coleção histórica rara e especial, com acesso restrito, consulta local e previamente agendado. O acervo se mantém sob a gestão da bibliotecária Célia Maria de Almeida Mattos.

Com o intuito de levar ao conhecimento público este acervo tão especial, a Biblioteca preparou esta série de postagens com alguns dos exemplares mais raros e curiosos encontrados em nossas estantes. Confira:

Da Ásia
Fotos: Taiana Figueiredo
Da Ásia - A obra, escrita pelo pesquisador João de Barros e pelo historiador Diogo de Couto, narra feitos dos portugueses nas conquistas das terras e mares do Oriente. Publicada originalmente em 1522, a edição foi dedicada à Rainha D. Maria I., e inclui efígies dos autores,  do Infante D. Henrique e mapas. A coleção da Biblioteca Pública do Estado da Bahia é procedente da Biblioteca Pires de Carvalho.

João de Barros, 1496-1570, foi um criterioso pesquisador que teve acesso a numerosas fontes históricas autenticas, tornando-se um dos historiadores mais importantes da expansão portuguesa. Já Diogo de Couto, 1542-1616, era historiador, e por ordem de Felipe II continuou a obra de João de Barros da quarta até a décima segunda década. 

A Subgerência de Obras Raras e Valiosas funciona de segunda a sexta, das 08h30 às 18h, 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. Mais informações: 71 3117-6090

Por Dentro da Biblioteca - Você e a Biblioteca - Dona Maria Carmelita

D. Maria Carmelita do Carmo Bispo
 Foto: Taiana Figueiredo
Para mostrar a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) pelos olhos de quem a frequenta, preparamos uma série de entrevistas com frequentadores de diversos setores da Instituição. E, desta vez, a Biblioteca traz uma entrevista com Dona Maria Carmelita do Carmo Bispo, que, aos 72 anos, visitou pela primeira vez uma biblioteca, e escolheu a BPEB para este passeio. 

Dona Maria Carmelita conta que, quando criança, morava em uma cidade do interior da Bahia com sua irmã, onde frequentou uma pequena escola local e deu os seus primeiro passos no mundo da leitura. "Minha irmã me colocou na escola, onde eu aprendi o 'ABC' todo, e depois a professora mandou comprar a cartilha e a tabuada. E na cartilha tinha escrito: 'Já sei ler e escrever', e eu fiquei toda feliz porque eu já sabia ler e escrever. Mas a escola fechou e eu tive que vir para Salvador pra trabalhar e não pude mais estudar.", relembra Dona Maria Carmelita. 

Ela conta que mesmo depois de ter interrompido os estudos e sem muitas oportunidades para desenvolver a leitura e a escrita, o gosto pela leitura nunca passou, e Dona Maria Carmelita encontrou outras formas de estar sempre próxima do mundo dos livros. "Meu marido tinha um bocado de livrinhos de escola e de cordéis, e eu fui aprendendo com o cordel, apesar de ele sempre pegar os livros e jogar fora. Mas eu sempre que podia, ia lendo um livro de cordel, e as minhas filhas também foram me ajudando.", contou.

Em visita a uma biblioteca pela primeira vez na vida, no Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Dona Maria Carmelita diz que não será a última visita. "Eu sempre levava minhas filhas na escola mas nunca entrei lá pra estudar, só estudei quando estava no interior com minha irmã mesmo. E também nunca entrei em um biblioteca, essa é a primeira vez. Depois que fiquei viúva sempre passei aqui pela porta, mas nunca entrei. Estou achando tudo muito bonito, e quero voltar muitas outras vezes", afirmou Dona Maria Carmelita, que ainda assistiu à uma contação de histórias com a poeta e escritora Rosana Paulo, no Setor Infantil da BPEB, na última sexta-feira (20), e se disse empolgada para conhecer os outros setores da Instituição. 

sábado, 28 de março de 2015

Dica Cultural: Associação Picolino de Artes do Circo homenageia Gregório de Matos

Foto: Divulgação
Celebrando o mês do circo, a Associação Picolino de Artes do Circo reaiza a 2ª etapa do projeto Viva o Circo – ano XXIX com espetáculo em homenagem ao poeta Gregório de Matos, com apresentações neste fim de semana, a partir das 19h30, no Circo Picolino.

Desenvolvido pelo Circo Picolino, o projeto Viva o Circo chega a sua 29ª edição com o espetáculo “Gregório de Matos visita Circo Picolino”. A montagem circense, em homenagem ao maior poeta barroco do Brasil, dialoga com a música e o teatro e é protagonizada por alunos e professores da Escola Picolino de Artes do Circo e da Cia Picolino.

Nesta edição, o projeto Viva o Circo acontece em duas etapas. A primeira fase, intitulada “Heróis da Liberdade”, aconteceu em dezembro de 2014 com patrocínio do CESE (Coordenadoria Ecumênica de Serviços) e apoio do Programa Conexão Vida. Já a segunda fase, que conta com apoio financeiro da Fundação Gregório de Matos, acontece nos dias 28 e 29 de março, em celebração ao mês do circo, e homenageia o poeta Gregório de Matos.

Projeto Viva o Circo - Projeto mais antigo da Associação Picolino de Artes do Circo, realizado desde o primeiro ano de sua fundação, consiste na pesquisa, criação, montagem e apresentação de espetáculo circense, utilizando-se inclusive de outras linguagens artísticas (capoeira, dança, teatro, música, artes plásticas, cinema e literatura), com o elenco de alunos, artistas e músicos da Picolino, levado a um grande público em 2 dias de evento. 

O projeto Viva o Circo, iniciado em 1985, é a culminância do trabalho artístico e educacional da Escola Picolino de Artes do Circo. Nele vem se potencializando, ao longo destes anos, a revelação de novos artistas, o amadurecimento de seus alunos, a formação da Companhia de Circo Picolino, as pesquisas artística e cultural, a criação de espetáculos que têm levado o circo brasileiro à Festivais Nacionais e Internacionais.

O quê: Associação Picolino de Artes do Circo homenageia Gregório de Matos
Quando: 28 e 29 de março, sábado e domingo, às 19h30
Onde: Circo Picolino
Quanto: R$ 10 (inteira) | R$ 5 (meia)
Mais informações: Zirkus Produções & Comunicação (71) 9381-7640 | scoelhoss@gmail.com

Dica Cultural: Projeto Afro-Latino Americanos – Literatura e Cinema em Debate

Clique para ampliar
Na próxima segunda-feira (30/03), às 14h, na Biblioteca Pública Thales de Azevedo (Costa Azul), o escritor e pesquisador, Alex França, realiza a primeira das quatro palestras que fará no projeto Afro-Latino Americanos – Literatura e Cinema em Debate, no qual abordará o cinema e a literatura de países africanos. Nesta aula, o professor tratará de produções audiovisuais moçambicanas produzidas a partir da segunda metade do século XX e discutirá como essa filmografia contribuiu para a construção da cultura e da imagem do país.

No dia 27/04, no mesmo horário, o professor Alex França ministrará a aula “Literaturas Africanas de Línguas Portuguesa: a produção moçambicana”, no qual abordará as obras dos escritores mais divulgados e renomados de Moçambique. Na terceira aula, (27/05), o tema será “Literatura negro-brasileira contemporânea: ditos e não ditos”, onde França discutirá textos que priorizam a problemática étnico-racial. Encerrando a programação de aula, no dia 08/06, o professor Alex França tratará dos “Regimes de segregação racial no cinema norte-americano”, fazendo um apanhado comparativo entre as produções fílmicas contemporâneas produzidas nos Estados Unidos, que discutem a temática étnico-racial. As aulas são gratuitas.

Alex França é graduado no curso de Letras pela Universidade Federal da Bahia. Possui mais de sete anos de experiência no ensino atuando com alunos nos mais variados níveis de fluência e faixas etárias (níveis fundamental, médio, técnico e superior). É especialista em Metodologia do Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Indígena pela Faculdade de Ciências Educacionais / Argumento Pós-graduação e Mestre em Literatura e Cultura pela Universidade Federal da Bahia. É escritor e pesquisador, com textos publicados em livros e revistas eletrônicas e apresentados em diversos eventos. Participou de duas edições do Concurso Literário do Banco Capital nas categorias conto e poema. Atualmente é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura, da Universidade Federal da Bahia, e graduando em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia).

O quê: Projeto Afro-Latino Americanos – Literatura e Cinema em Debate
Quando: 30/03, 27/04, 27/05 e 08/06, às 14h
Onde: Biblioteca Pública Thales de Azevedo (Costa Azul)
Quanto: Gratuito

sexta-feira, 27 de março de 2015

Dica Cultural: Projeto Cirandando o Brasil promove oficina infantil

Clique para ampliar

No dia 28 de março, sábado, das 15 às 17 horas, o Projeto Cirandando Brasil, comandado por Nairzinha, dá continuidade ao seu projeto de resgatar a cultura da brincadeira no Brasil através oficina Entrar na Roda

O evento, que contará com cantigas de roda, brincadeiras cantadas, contação de história e construção de brinquedos, será realizado no Museu Carlos Costa Pinto para crianças de todas as idades, com entrada franca.

O quê: Projeto Cirandando o Brasil promove oficina infantil
Quando: 28 de março, sábado, das 15h às 17h
Onde: Museu Carlos Costa Pinto, Projeto Cirandando o Brasil promove oficina infantil
Quanto: Gratuito
Mais informações: cirandandobrasil.com.br

De Olho na Notícia: Biblioteca Virtual 2 de Julho lança revista histórica sobre Salvador

Clique para ampliar
Para celebrar o aniversário de Salvador – 466 anos – a Biblioteca Virtual 2 de Julho, unidade da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, lança no dia 29 (domingo), edição especial da revista Resgate da Memória, reunindo diversos artigos a cerca da história da cidade e uma exposição de fotos, em parceria com o Arquivo Público do Estado, o Museu Tempostal e o setor de Audiovisual da Biblioteca Pública do Estado.

Dentre os autores reunidos na publicação estão historiadores como Jaime Sodré, Maria José Rapassi Mascarenhas, Carlos Francisco da Silva Júnior e Carlos Alberto Santos Costa, com temas sobre, por exemplo, as atividades mercantis na cidade durante o século XVIII e XIX; os contextos construtivos do sítio arqueológico da antiga Igreja da Sé de Salvador e os festejos religiosos de Salvador, nos períodos Colônia, Império e República. Na Revista o leitor poderá conferir a sessão de imagens “Salvador: antes e depois”, com fotos antigas e atuais de seu desenvolvimento urbano.

A Revista Resgate da Memória é uma publicação multimídia e interativa, sobre a memória e história da Bahia, que tem como objetivo difundi-las no universo digital. Com temática e periodicidade mensal, a publicação é inédita na Bahia e pode ser acessada – gratuitamente – no site da BV (bv2dejulho.ba.gov.br). Além da divulgação das produções historiográficas de estudiosos consagrados, a revista dá oportunidade a novos talentos através da publicação de artigos, resenhas e análises documentais e expressão artística acerca do tema abordado.

BV - A Biblioteca Virtual 2 de Julho, especializada na História da Bahia, faz parte do Sistema de Bibliotecas Públicas do Estado da Bahia, coordenado pela Fundação Pedro Calmon/Secult-BA,  tendo como objetivo democratizar o acesso ao conhecimento através do uso da tecnologia.

O quê: Biblioteca Virtual 2 de julho lança revista histórica sobre Salvador
Quando: 29 de março, domingo
Mais informações: fpc.ba.gov.br

Dica Cultural: Sarau Quintal Cultural

Clique para ampliar
O Casarão do Ministério da Cultura na Bahia recebe neste sábado 28 de março, a partir das 8h, o Sarau Quintal Cultural, trazendo para o Centro Histórico um ambiente onde a comunidade de Salvador possa fazer e vivenciar a cultura. 

A programação, que é gratuita, começa com o café da manhã coletivo e a vivência proposta pelo Canteiros Coletivos, às 9 horas. Ao meio dia, uma pausa para o Caldinho de feijão (vegetariano e gratuito) e logo em seguida há o início do Sarau, previsto para acontecer até às 15h, com muita alegria, leituras, declamações, performances e música. 

A Regional do MinC conta com a parceria do movimento Canteiros Coletivos, que participa do café da manhã, às 8 horas, e abre a programação com uma vivência sobre o bom uso do espaço público.

Confira a programação completa: fpc.ba.gov.br

O quê: Sarau Quintal Cultural
Quando: 28 de março, sábado, a partir das 08h
Onde: Casarão do Ministério da Cultura (MinC Bahia), Rua Ignácio Acioly, nº 6, (antiga Rua da Ordem Terceira), Pelourinho
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 26 de março de 2015

Dica Cultural: Instituto Histórico comemora os 466 anos de Salvador com seminário sobre Mulheres

Clique para ampliar
O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, com o apoio da Secretaria de Cultura, promove dois importantes eventos nesta sexta-feira (27 de março), em homenagem aos 466 anos de Salvador e ao Mês das Mulheres. Das 14h às 17h, será realizado o Seminário Produção Científica Feminina na Bahia: Pesquisas e Pesquisadoras. O encontro é composto por duas mesas redondas, com o objetivo por em evidência parte do que é produzido nos diversos Programas de Pós Graduação do Estado no que concerne às Mulheres tanto do ponto de vista das pesquisadoras quanto dos temas pesquisados.  Interessados devem se inscrever gratuitamente no site ighb.org.br

Após o seminário, das 18h às 22h, será lançada a Coleção Bahia Plural, pela Editora Kalango. Trata-se do conjunto de cinco livros, frutos das teses de dissertações de cinco professores baianos, que tratam de períodos e temas diversos da História da Bahia, com valor científico e cultural.  Os autores estarão presentes autografando os exemplares, que serão disponibilizados em box promocional pelo custo de R$ 40,00 (quarenta reais).

Formam o conjunto os livros: “O Coronel Negro: Coronelismo e poder no Norte da Chapada Diamantina” (Moisés O. Sampaio), “A medida das raças na mistura imperfeita. O discurso racial de Pedro Calmon (1922/1933)” (Mariele S. Araújo), “De medos e esperanças. Uma história das crenças apocalípticas, messiânicas e milenaristas no contexto do movimento de Belo Monte (1874-1902)” (Vanderlei M. Costa), “Loucos e Pecadores: suicídio na Bahia no século XIX” (Jackson Ferreira) e “História das mulheres, feminismo e política na Bahia” (Claudia Andrade Vieira).

O quê: Seminário e Lançamento Literário: Coleção Bahia Plural
Quando: 27 de março, das 14h às 22h
Onde: Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, Avenida Joana Angélica, 43 - Piedade
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Festival Artes do Sagrado promove palestra com Frei Betto

Clique para ampliar
O Festival Artes do Sagrado promove nesta sexta-feira, 27 de março, às 17h, uma palestra com o frade dominicano e escritor Frei Betto, na Arena do Teatro Sesc/Senac Pelourinho. Com o tema  “Educação da subjetividade e crise da modernidade”, o frade irá comentar sobre o que ele considera relevante em relação aos aspectos subjetivos e espirituais na sociedade contemporânea e as perspectivas da educação formal. Em seguida, o religioso, conhecido por sua atuação nos movimentos sociais e adepto da Teoria da Libertação, bate um papo com o público, aproveitando o formato de arena do teatro.

O evento faz parte da programação da terceira edição do Festival Artes do Sagrado, que  já faz parte do calendário anual da cidade e resgata a importância nacional da Bahia como referência simbólica do sentimento e das artes do sagrado. A ideia principal é envolver a população e atrair turistas durante o período da Semana Santa. Entre as atividades gratuitas da programação estão: espetáculo épico teatral A Paixão de Cristo [novamente encenado no Farol da Barra], Feira Artes do Sagrado, Série de Concertos sinfônicos e shows populares, Rota Gastronômica Santos Sabores, Danças Sagradas e Rota dos Museus.Este ano, o Festival acontece entre os dias 26 de março e 05 de abril. 

Confira a programação completa do festival: festivalartesdosagrado.com.br/programacao

O quê: Festival Artes do Sagrado promove palestra com Frei Betto
Quando: 27 de março, sexta-feira, às 17h
Onde: Arena do Teatro Sesc/Senac Pelourinho
Quanto: Gratuito
Mais informações: festivalartesdosagrado.com.br

Setor Infantil promove oficina de fantoches e contação de histórias

Clique para ampliar
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia promove nesta sexta-feira, 27 de março, às 15h, mais uma oficina para a garotada. Celebrando o Dia do Circo (27/03), na oficina Palhaços Mágicos as crianças aprenderão a confeccionar fantoches de palhaços com material reciclável, após a leitura de histórias.

E o Hora de Ouvir Histórias também entra no clima circense, e traz todas às segundas e sextas-feiras, às 10h e 15h, uma contação de histórias sobre a história do circo e leitura de clássicos infantis. Todas as atividades são gratuitas.

O quê: Setor Infantil promove oficina de fantoches e contação de histórias
Quando: Oficina "Palhaços Mágicos" - 27 de março, às 15h | Hora de Ouvir Histórias - segundas e sextas-feiras, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 25 de março de 2015

Biblioteca exibe o filme "Olga" com Audiodescrição

Clique para ampliar
A Biblioteca Pública do Estado da Bahia exibe na próxima sexta-feira, 27 de março, na Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar, o filme Olga, de Jayme Monjardim. Contando com o recurso de Audiodescrição, o longa é acessível às pessoas com deficiência visual e será exibido em duas sessões, às 10h e 15h, com entrada gratuita.

Olga, de Jayme Monjardim - Militante comunista é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler) de volta ao Brasil. Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, os dois acabam apaixonando-se. Parceiros na vida e na política, Olga e Prestes terão de lutar pelo amor, pelo comunismo e, principalmente, pela sobrevivência.

O quê: Biblioteca exibe o filme "Olga" com Audiodescrição
Quando: 27 de março, sexta-feira, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

De Olho na Notícia: Prêmio Cataratas de Contos e Poesias

Clique para ampliar
Estão abertas, até 20 de junho de 2015, as inscrições para o Concurso de Contos e Poesias - Prêmio Cataratas, que visa estimular a produção literária de poetas e contistas.

O concurso, realizado pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, através da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, também recebe inscrições de escritores que moram nos países integrantes do Mercosul, e irá distribui prêmios de até R$1.500 para os 3 primeiros colocados, e R$ 1.000 para o primeiro colocado local. A seleção será feita entre os dias 10/07 e 10/08.  

Os interessados devem encaminhar a obra e a Ficha de Identificação (clique aqui) dentro de um só envelope para o endereço: Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, Rua Benjamim COnstant, 62 - Centro - CEP 85.851-380 Foz do Iguaçu - PR (Concurso "Prêmio Cataratas"). 

O prêmio Cataratas foi instituido pelo Decreto nº 7.623/.

O quê: Inscrições abertas para o Prêmio Cataratas de Contos e Poesias
Quando: 16/03 a 20/05
Quanto: Gratuito
Mais informações: (45) 3521 1513 | 3521 1511 | fundacaoculturalfoz@hotmail.com

terça-feira, 24 de março de 2015

A Biblioteca agradece pela sua visita!

Clique para ampliar

Dica Cultural: Festival Caymmi de Todas as Músicas

Clique para ampliar
A última edição do Festival Caymmi de Todas as Músicas está inserida nos festejos da comemoração do aniversário de 466 anos da cidade do Salvador. Serão dois dias de shows com entrada gratuita. Por dia, a partir das 17h, sobem ao palco montado no Jardim dos Namorados, na Pituba, quatro atrações seguindo a diversidade do Prêmio Caymmi de Música, do qual o Festival está vinculado. No sábado (28), se apresentam as bandas Desrroche, Tabuleiro Musiquim, Suzana Bello, Lutte e contará com a participação especial de Fábio Cascadura. No segundo dia, domingo (29), será a vez de Manos Preto, Neto Lobo e a Cacimba, Sertanília, Maviael Melo e a participação da Banca de Boca.

Sempre inspirado no histórico das premiações musicais e na importância dos festivais para a dinamização do cenário musical, os Festivais Caymmi de Todas as Músicas transcendem a função de revelar as produções inscritas no projeto, promovendo encontros com a audiência baiana, criando uma atmosfera típica dos antigos festivais de música, onde o próprio público tem acesso à música de qualidade, além de apoiar e torcer por seus candidatos preferidos.

Confira as atrações: cultura.ba.gov.br

O quê: Festival Caymmi de Todas as Músicas
Quando: 28 e 29 de março, sábado e domingo
Onde: Parque Jardim dos Namorados, Pituba
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 23 de março de 2015

Confira como foi o Bate-papo "Tirando de Letra - Mundo Mulher"

Foto: Taiana Figueiredo
O Projeto Mulher em Cena 2015, proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, promoveu na última sexta-feira, 20 de março, a 4ª edição do Bate-papo Tirando de Letra - Mundo Mulher, com o tema Lugar de Mulher é na Política!

O evento recebeu 6 mulheres de diferentes seguimentos profissionais para discutir o papel político da mulher na sociedade, além de compartilharem suas experiências e os desafios encontrados em suas carreiras. Entre as convidadas, estiveram presentes a secretária de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), Olívia Santana, a cordelista e professora da Universidade Federal da Bahia-UFBA, Salete Maria, a integrante da equipe da Coordenação de Juventude da Secretaria de Relações Institucionais (SERIN), Luana Soares, a coordenadora geral da Casa Cristal Lilás da Bahia, Sandra Muñoz, a mestranda em Cultura e Sexualidade (CUS-UFBA), Viviane Vergueiro e a coordenadora do Movimento Sem Teto da Bahia Democrático de Luta (MSTB/DL), Cleide Coutinho

Durante o bate-papo, mediado por Amélia Maraux, professora da UNEB e membro do Núcleo de Gênero e Sexualidade – Nugsex Diadorim, na mesma instituição, as convidadas ressaltaram a importância da participação feminina em debates políticos. “Tudo é feito para nos negar no cenário político. Contudo, ao mesmo tempo em que a gente reclama da falta de mulheres, é preciso repensar sobre esta opção, pois mulheres que conseguiram certo grau de elaboração política, na hora da disputa acabam dando para trás, tendo em vista as dificuldades e diversos tipos de problemas que surgem”, frisou a secretária da SPM-BA, Olívia Santana. 

Foto: Taiana Figueiredo
A cordelista e professora Salete Maria também chamou a atenção para a desigualdade no número de mulheres no Parlamento. “Estamos falando da participação da mulher no poder, no entanto, somos um país extremamente desigual, onde não temos nem 10% de mulheres no Parlamento. Isso é algo que precisamos colocar em evidência e debater essa democracia, que não é democrática”, argumentou Salete.

As convidadas ainda debateram sobre a importância da realização de eventos para a valorização do feminino, como o Bate-Papo Tirando de Letra - Mundo Mulher, durante todo o ano, e não somente no Dia Internacional da Mulher. A noite foi encerrada com um pocket show da cantora Dinha Dórea

O Projeto Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).

Dica Cultural: As Aventuras de Pierre Verger no MAM

Clique para ampliar
Pierre Verger para adultos e crianças é a proposta da exposição As Aventuras de Pierre Verger, que abriu no Casarão do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) no último dia 12/03 e está aberta à visitação até o dia 31 de maio. A mostra, que retrata a trajetória do fotógrafo na sua saída da França e em suas viagens pelo mundo, é realizada pela Fundação Pierre Verger e marca a finalização do projeto Memórias de Pierre Verger, patrocinado pela Petrobrás e pela Odebrecht e que, por quatro anos, encampou a tarefa de duplicar digitalmente o acervo fotográfico da Fundação e de concluir o seu acondicionamento em condições adequadas.

Com cerca de 270 obras registradas pelo artista em diversas partes do mundo, As Aventuras de Pierre Verger é uma das mais completas exposições já promovidas pela Fundação Pierre Verger, instituição criada pelo próprio artista francês, reconhecido como um dos maiores nomes da história da fotografia, na Bahia, onde escolheu residir a partir de 1946. As fotografias serão dispostas em nove módulos numa concepção sensorial e multilinguagem que propõe explorar outros sentidos do público além da visão, e destacar o cruzamento da fotografia com vídeos, tecidos artesanais de diferentes países e artes sequenciais (quadrinhos).

Segundo Alex Baradel, responsável pelo acervo da Fundação Pierre Verger e curador-organizador da mostra, um dos pontos interessantes da exposição são as diversas formas de abordar as imagens: “A apreciação pode se dar como elemento autobiográfico, como caderno de viagem, como obra de arte, como documento histórico e antropológico ou como poesia. Além disso, a exposição é uma forma de apresentar, ao mesmo tempo, parte do acervo que foi tratado durante o projeto e, ao final, no módulo Projeto, como se deu este tratamento”, destaca.

Além das fotografias de Pierre Verger, onze ilustrações do artista visual baiano Bruno Marcello, conhecido também como Bua, acompanham As Aventuras de Pierre Verger retratando ou ficcionalizando o fotógrafo em diversos episódios e contextos vividos por ele. A ideia é enfatizar Verger como o protagonista de uma narrativa construída a partir do momento em que ele decide deixar uma vida de conforto financeiro na França para se dedicar a encontrar o outro e desvendar, através do olhar, um mundo culturalmente múltiplo.

Para Marcelo Rezende, diretor-geral do MAM -BA “Pierre Verger está diretamente ligado a construção da imagem e das imagens da Bahia na segunda metade do século 20. Mas essa posição terminou por aprisionar a produção de Verger em uma série de clichês, que parecem se repetir ao infinito. O que o Museu de Arte Moderna da Bahia e a Fundação Pierre Verger propõem agora é um saudável desvio: oferecer  uma outra perspectiva sobre um artista e sua produção, criando uma nova relação com um jovem público.”


O quê: As Aventuras de Pierre Verger no MAM
Quando: até 31 de maio (terça a sexta das 13h às 19h, sábados, domingos e feriados das 13h às 18h)
Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)
Quanto: Gratuito

sábado, 21 de março de 2015

Dica Cultural: Brilho e Luz! - Palestra, Poesia e Música

Clique para ampliar
O quê: Brilho e Luz! - Palestra, Poesia e Música
Quando: 21 de março, sábado, às 18h
Onde: Av. Garibalde, nº 601, 2º andar.
Quanto: Gratuito
Mais informações: 71 9250-6848

sexta-feira, 20 de março de 2015

Dica Cultural: Projeto Circulando com Caymmi e a Poética dos Sentidos

Clique para ampliar
O Projeto Circulando Circulando com Caymmi e a Poética dos Sentidos realiza apresentações gratuitas no Espaço Xisto Bahia, nos dias 27, 28 e 29 de março, às 15 e 18h. 

O espetáculo “Caymmi e a Poética dos Sentidos” é resultado da finalização da segunda edição do projeto Perspectivas em Movimento (projeto de formação em diversas linguagens artísticas: dança, palhaço e teatro para pessoas com deficiência, professores, familiares e universitários), apresentado em maio e setembro / 2014. 

Contemplado agora no Edital Arte Todo Dia (Fundação Gregório de Matos/Prefeitura Municipal de Salvador) essa remontagem e circulação conta com um trabalho interdisciplinar dos diretores: João Lima (Palhaço), Déo Carvalho (Teatro) e Rachel Cavalcanti (Sapateado / Dança). E a Coordenação Executiva é assinada por Ninfa Cunha.

O espetáculo permeia as três vertentes de criação do mestre Caymmi: canções praieiras, samba-canção e os sambas baianos. Caymmi canta e encanta com sabedoria a história da sua gente, transitando pelas paixões pelo mar, pelo universo feminino, pela religiosidade, pela culinária e por todos os hábitos, costumes e tradições do povo baiano. Contando com recursos de acessibilidade comunicacional: audiodescrição e intérprete de libras.

Escolhido pelo Espaço Xisto Bahia, “Caymmi e a Poética dos Sentidos” será a grande atração para a celebração do Dia Mundial do Teatro e Nacional do Circo (27/03) e, no dia 29/03 comemorando os 466 anos de nossa cidade: Salvador com sessões abertas ao público de qualquer idade e com acesso total a diversidade de público.

O quê: Projeto Circulando com Caymmi e a Poética dos Sentidos
Quando: 27 de março, às 15h, e 28 e 29 de março, às 18h
Onde: Espaço Xisto Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

Parabéns a todos os Contadores e Contadoras de Histórias!

Clique para ampliar

quinta-feira, 19 de março de 2015

Amanhã: Bate-papo Tirando de Letra - Mundo Mulher

Clique para ampliar
Fechando a programação do Mulher em Cena 2015, o Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia será palco de mais uma edição do já tradicional Bate-papo Tirando de Letra - Mundo Mulher nesta sexta-feira, 20 de março, a partir das 19h. 

Desta vez, mulheres de diversos segmentos profissionais discutirão o tema Lugar de Mulher é na Política, além de compartilharem suas experiências e os desafios encontrados em suas carreiras. As convidadas são:

_Cleide Coutinho (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto);
_ Luana Soares (Coordenação de Juventude do Estado da Bahia);
_ Olívia Santana (SPM);
_ Salete Maria da Silva (NEIM/UFBA);
_ Sandra Munhoz (Marcha das Vadias);
_ Viviane Vergueiro (CUS/UFBA).

E para fechar a noite, o público será brindado ao som da cantora Dinha Dórea, que realizará um Pocket Show no Quadrilátero da Instituição. 

O Projeto Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).


O quê: Amanhã: Bate-papo Tirando de Letra - Mundo Mulher
Quando: 20 de março, às 19h
Onde: Quadrilátero da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

Confira os próximos filmes do Cine Vídeo do Setor Infantil

Clique para ampliar
O Cine Vídeo do Setor Infantil da Biblioteca traz os melhores filmes para animar as tardes da criançada. E nos dias 19 e 26 de março, quinta-feira será a vez da animação Como Treinar o Seu Dragão, dos diretores Chris Sanders e Dean DeBlois. O filme conta a história de Soluço, um adolescente viking que sonha em matar um dragão e provar seu valor para o seu pai e sua aldeia, mas ao acertar o temível dragão conhecido como Fúria da Noite, ele embarca em uma aventura que pode mudar a vida de todos.

Já no dia 31 de março, terça-feira, Os Smurfs, de Raja Gosnell, anima a tarde da garotada com a história dos pequenos seres azuis mais amados do cinema. 

Os filmes são exibidos sempre em duas sessões, às 10h e 15h, no Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo, com entrada gratuita. 

Como Treinar o Seu Dragão - Na ilha de Berk, os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Soluço, filho do chefe Stoico, não é diferente. Ele sonha em matar um dragão e provar seu valor ao pai, apesar da descrença geral. Um dia, por acaso, ele acerta um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Ao procurá-lo, no dia seguinte, Soluço não consegue matá-lo e acaba soltando-o. Só que ele perdeu parte da cauda e, com isso, não consegue mais voar. Soluço passa a trabalhar em um artefato que possa substituir a parte perdida e, aos poucos, se aproxima do dragão. Só que, paralelamente, Stoico autoriza que o filho participe do treino para dragões, cuja prova final é justamente matar um dos animais.

Os Smurfs - Gargamel seu gato Cruel enfim encontram onde fica a pacata vila encantada dos Smurfs, graças a um descuido de Desastrado. Eles invadem o local, o que provoca uma debandada dos Smurfs. Desastrado segue o caminho errado e, devido a ser noite de lua azul, se vê diante de um portal mágico. Ele, Papai Smurf, Smurfette, Gênio, Ranzinza e Corajoso entram no portal, para escapar das garras de Gargamel. O sexteto se vê em plena Nova York, um mundo desconhecido e bem diferente do que estão acostumados. Como Gargamel os segue eles acabam se separando, com Desastrado indo parar em uma caixa, levada por Patrick para sua casa. É o suficiente para que os demais Smurfs o sigam, no intuito de resgatar o amigo.

O quê: Confira os próximos filmes do Cine Vídeo do Setor Infantil
Quando: Terças e quintas-feiras, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

De Olho na Notícia: Inscrições abertas para a 1ª Jornada Técnica ANATEN-BA

Clique para ampliar
A Associação Nacional de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem - sub-sede Bahia realiza nesta sexta-feira, 20 de março, das 8h30 às 18h, a 1ª Jornada Técnica ANATEN-BA - Uma jornada dinâmica como a Enfermagem

O Evento, que acontecerá na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris, conta com seis palestras e seis cursos, todos gratuitos, e entrega de certificados de 8 horas de participação. 

As inscrições já estão abertas através do e-mail jornadatecnica@hotmail.com ou pelo aplicativo WhatsApp, no número (21) 995-494-152. 

O quê: Inscrições abertas para a 1ª Jornada Técnica ANATEN-BA
Quando: 20 de março, sexta-feira, das 8h30 às 18h
Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 18 de março de 2015

É Amanhã! Biblioteca exibe o filme Anjos do Sol seguido de debate

O Projeto Mulher em Cena 2015 realiza nesta quinta-feira, 19 de março, às 15h, mais uma exibição de filme seguido de debate. Desta vez, a Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, exibe o filme brasileiro Anjos do Sol, de Rudi Lagemann, que conta a história de uma jovem de 12 anos que é vendida por sua família a um "recrutador de prostitutas", e cruza o país em uma longa jornada,  se prostituindo para sobreviver enquanto busca um futuro melhor. 

Logo após o filme, a Dra. Ana Bernadete Andrade, do Ministério Público, e Luciana Reis, representante da ONG CEDECA, participarão de um debate com o público presente sobre a exploração sexual de crianças e adolescentes. A programação é inteiramente gratuita. 

Confira a sinopse e o trailer do filme: 

Anjos do Sol, Rudi Lagemann - Anjos do Sol conta a saga da menina Maria, de 12 anos, que, no verão de 2002, é vendida pela família, no interior do nordeste brasileiro, a um recrutador de prostitutas. Depois de ser comprada em um leilão de meninas virgens, Maria é enviada para um prostíbulo localizado numa pequena cidade, vizinha a um garimpo, na floresta amazônica. Após meses sofrendo abusos com outras meninas, Maria consegue fugir e atravessa o Brasil na carona de caminhões. Ao chegar ao seu novo destino, o Rio de Janeiro, a prostituição coloca-se novamente no seu caminho e suas atitudes, frente aos novos desafios, tornam-se inesperadas e surpreendentes.


Anjos do Sol, Rudi Lagemann

O Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).


O quê: É Amanhã! Biblioteca exibe o filme Anjos do Sol seguido de debate 
Quando: 19 de março, quinta-feira, às 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. 
Quanto: Gratuito

Biblioteca promove contação de história com Rosana Paulo

Foto: Divulgação
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia promove na próxima sexta-feira, 20 de março, às 15h, uma contação de histórias com a escritora e poeta Rosana Paulo

Rosana, que publicou o livro de poesias "Vênus ao Espelho", em 2013, atua como contadora de histórias em bibliotecas, escolas publicas e particulares, livrarias, ONGS e etc. Já participou de diversos eventos literários e infantis, além de mostrar seu talento como atriz, atuando na Peça Teatral "Lua, a Garota Sol", como a personagem D. Lua. 

O quê: Biblioteca promove contação de história com Rosana Paulo
Quando: 20 de março, sexta-feira, às 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

Projeto Filme na Biblioteca exibe os longas 'Matemática do Amor' e 'Flores Raras'

Clique para ampliar
O projeto Filme da Biblioteca exibe nesta quarta-feira, 18 de março, o longa Matemática do Amor, de Merylin Agrelo. O longa será exibido em duas sessões, às 10h e 15h, na Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia.

E no dia 25/03, será a vez do filme Flores Raras, do diretor Bruno Barreto, também em duas sessões, às 10h e 15h, na Sala de Projeção Luiz Orlando. Toda a programação é gratuita. 

Matemática do Amor - Quando criança, a solitária Mona Gray desenvolveu habilidades com a matemática para superar os problemas causados pela doença do pai. Com o passar do tempo, a moça passou a ensinar a matéria aos estudantes e a ajudá-los a superar suas crises.
Direção: Marilyn Agrelo

Flores Raras - Em 1951, Nova York. Elizabeth Bishop (Miranda Otto) é uma poetisa insegura e tímida, que apenas se sente à vontade ao narrar seus versos para o amigo Robert Lowell (Treat Williams). Em busca de algo que a motive, ela resolve partir para o Rio de Janeiro e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary (Tracy Middendorf), que vive com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (Glória Pires). A princípio Elizabeth e Lota não se dão bem, mas logo se apaixonam uma pela outra. É o início de um romance acompanhado bem de perto por Mary, já que ela aceita a proposta de Lota para que adotem uma filha.
Direção: Bruno Barreto

O quê: Projeto Filme na Biblioteca exibe os longas "Matemática do Amor" e "Flores Raras"
Quando: Quartas-feiras, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

terça-feira, 17 de março de 2015

Amanhã tem Stand Up Comedy na Biblioteca!

Foto: Taiana Figueiredo | Divulgação
Amanhã a noite, quarta-feira (18), será de muito riso na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. O Projeto Mulher em Cena 2015 promove um show de Stand Up Comedy sobre o universo feminino com a comediante Renata Laurentino e convidadas, às 19h, a Sala Katia Mattoso, 3º andar. 

Renata iniciou sua carreira em setembro de 2011 nos palcos do show solo do comediante paulista Marcos Gricha, em uma temporada em Salvador. Desde então vem ascendendo sua trajetória, tendo a oportunidade de participar de bons projetos de humor na capital baiana, como o “Arena Stand Up” – que reuniu os maiores nomes de comediantes em um mesmo lugar, dentre eles Rafael Medrado, Guga Walla , Paulo Prazeres, grupo Comédia de Novo, e Miguel Vieira, com quem teve a oportunidade de fazer a abertura do show “Antes que o mundo acabe”, no Teatro Jorge Amado. 

Foi idealizadora do “Ciranda do Riso”, projeto que ficou em cartaz no Ciranda Café e Cultura e teve a oportunidade de fazer uma participação no show do Bar Ao Vivo em São Paulo, dividindo o palco com grandes referências da comédia stand-up do Brasil, como Nando Viana, Nil Agra e Marcelo Cambota. 

O Projeto Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).

O quê: Stand Up Comedy com Renata Laurentino
Quando: 18 de março, quarta-feira, às 19h
Onde: Sala Katia Mattoso, 3º andar da Biblioteca Pùblica do Estado da Bahia. 
Quanto: Gratuito

Legados Raros: Naufragio e Lastimoso Successo da Perdiçao de Manoel de Sousa de Sepulveda

CORTE REAL, Jeronimo. Naufragio e lastimoso successo da perdiçao de Manoel de Sousa de Sepulveda, 
e dona Lianor de Sá, sua mulher e filhos. - Lisboa : Na Typografia Rollandiana, 1783.  xv, 351p.  16 cm.
Criada em 1811 com acervo de 3.000 volumes, em sua maioria em língua francesa, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) teve como seu primeiro administrador o próprio idealizador e autor do plano para sua criação, Pedro Gomes Ferrão de Castellobranco, e nesses dois séculos de história, constituiu e preservou uma coleção literária rara e especial, de fundamental relevância para pesquisa. Atualmente a Subgerência de Obras Raras e Valiosas guarda a coleção histórica, rara e especial, com acesso restrito, consulta local e previamente agendado. O acervo se mantém sob a gestão da bibliotecária Célia Maria de Almeida Mattos.

Com o intuito de levar ao conhecimento público este acervo tão especial, a Biblioteca preparou esta série de postagens com alguns dos exemplares mais raros e curiosos encontrados em nossas estantes.  Confira:

"Naufragio e Lastimoso Successo da Perdiçao
de Manoel de Sousa de Sepulveda"
Fotos: Juliana Neri
Naufragio e lastimoso successo da perdiçao de Manoel de Sousa de Sepulveda - Obra publicada originalmente em 1584, e esta segunda edição de 1783, também considerada muito rara. Poema épico em dezessete cantos narra o naufrágio da nau "Galeão Grande São João", o sofrimento e o trágico fim do seu comandante, Manoel de Sousa Sepúlveda, de sua família e de toda a tripulação.

O autor, Jerônimo Corte Real, foi um poeta, músico, pintor, e militar português que viveu entre os anos de 1530 e 1590. Supõe-se que Corte Real pode ter nascido em Lisboa ou na ilha Terceira, nos Açores, em uma família nobre, pioneira na descoberta e colonização da Terra Nova (Canadá).

O exemplar da BPEB se encontra em razoável estado de conservação, com marcas de  restauro anterior, cortes prejudicados pela encadernação não original, páginas manchadas, porém  sem muito prejuízo do texto.       

A Subgerência de Obras Raras e Valiosas funciona de segunda a sexta, das 08h30 às 18h, 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. Mais informações: 71 3117-6090 

Confira as oficinas do Setor Infantil da Biblioteca

Clique para ampliar
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia preparou uma programação com as melhores oficinas para a garotada se divertir e aprender. E nesta quarta-feira, 18 de março, a oficina Pintando a Música celebrará o Dia Mundial da Água (22) com uma atividade onde as crianças colocarão a imaginação em prática através da pintura, com a música "Planeta Água", de Guilherme Arantes. 

Já na semana seguinte, dia 25 de março, também uma quarta-feira, na oficina O Circo Já Chegou as crianças confeccionarão uma maquete com os profissionais desta arte, em comemoração ao Dia do Circo (27). As oficinas acontecem sempre às 15h, com entrada gratuita. 

O quê: Confira as oficinas do Setor Infantil da Biblioteca
Quando: quartas-feiras, às 15h
Onde: Setor Infantil da biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 16 de março de 2015

É Amanhã! - A Biblioteca exibe o documentário O Renascimento do Parto seguido de debate

Clique para ampliar
O Projeto Mulher em Cena 2015 da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, promove a exibição do filme O Renascimento do Parto, do diretor Eduardo Cahuvet, nesta terça-feira, 17 de março, às 15h. O documentário traz a discussão sobre o grande número de cesarianas nas maternidades do Brasil, que figura como o país campeão mundial nesse tipo de procedimento, e a necessidade da humanização dos partos. Após o documentário, a obstetra Marilena Pereira e a doula Chenia d'Anunciação farão um debate sobre a prática de partos humanizados no Brasil. 

Em 2010, pela primeira vez, o percentual de cesarianas superou o de partos normais no país, atingindo 52% do número total de nascimentos (hoje, estima-se que esse número esteja em 56%, sendo quase 40% na rede pública e mais de 80% na rede privada). Em contrapartida, a OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que essa taxa não ultrapasse 15%, sob o risco de graves consequências maternas e perinatais. 

Confira a sinopse e o trailer do Filme: 

O Renascimento do Parto, Eduardo Cahuvet - O filme “O Renascimento do Parto” retrata a grave realidade obstétrica mundial e sobretudo brasileira, que se caracteriza por um número alarmante de cesarianas ou de partos com intervenções traumáticas e desnecessárias, em contraponto com o que é sabido e recomendado hoje pela ciência. Tal situação apresenta sérias conseqüências perinatais, psicológicas, sociais, antropológicas e financeiras. Através dos relatos de alguns dos maiores especialistas na área e das mais recentes descobertas científicas, questiona-se o modelo obstétrico atual, promove-se uma reflexão acerca do novo paradigma do século XXI e sobre o futuro de uma civilização nascida sem os chamados “hormônios do amor”, liberados apenas em condições específicas de trabalho de parto.

O Renascimento do Parto - Eduardo Chauvet

O Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).


O quê: A Biblioteca exibe o documentário O Renascimento do Parto seguido de debate
Quando: 17 de março, terça-feira, às 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris.
Quanto: Gratuito

Mulher em Cena: Mulheres Heroínas - Conquistando espaços, trilhando caminhos

Clique para ampliar
Está em cartaz até o próximos dia 19 de março, quinta-feira, a mostra Mulheres Heroínas: Conquistando Espaços, Trilhando Caminhos, na Sala de Exposição, 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. 

A exposição comemora o Dia Internacional da Mulher (08) para lembrar a contínua/crescente luta das mulheres pelo direito de igualdade de gênero. Revolucionárias, heroínas, lutadoras, conquistadoras, intelectuais, rebeldes, foram algumas características que traduziram as mulheres que lutaram por melhores dias, que venceram diversos obstáculos de suas épocas/de seu tempo, e aos poucos foram conquistando seu espaço e trilhando seu caminho, deixando um legado positivo para toda humanidade.

A mostra faz parte do Projeto Mulher em Cena 2015, uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).


O quê: Mostra Mulheres Heroínas - Conquistando espaços, trilhando caminhos
Quando: 03 a 19 de março, das 08h30 às 18h
Onde: Sala de Exposição, 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

Projeto Mulher em Cena exibe o filme Anjos do Sol seguido de debate

Clique para ampliar
Dentro da programação do projeto Mulher em Cena 2015, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia exibe na próxima quinta-feira, 19 de março, às 15h, na Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar, o filme Anjos do Sol, do diretor Rudi Lagemann, que conta a história de uma jovem de 12 anos que é vendida por sua família a um "recrutador de prostitutas". Logo após o filme, a Dra. Ana Bernadete Andrade, do Ministério Público, e Luciana Reis, representante da ONG CEDECA, participarão de um debate com o público presente sobre a exploração sexual de crianças. 

A dra. Ana Bernadete Andrade é Titular da da 9ª promotoria de justiça da infância e juventude de Salvador, e cuida de crianças e adolescentes vitimizados desde o ano de 2002. Atuou também na na área da infância e juventude na comarca de Feira de Santana, inclusive, na área infracional no período de 1996 a 2002.

Já a jornalista Luciana Reis, é representante do Ponto Focal (adulto) do Comitê de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes do Estado da Bahia, membro do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado da Bahia, Conselheira do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM) e Assessora de Comunicação do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan (Cedeca Bahia). 

O Mulher em Cena 2015 é uma proposta da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que volta toda a sua programação cultural do mês de março para a valorização do gênero feminino com uma série de atividades gratuitas, com diferentes linguagens artísticas e de comprometimento social, em celebração ao Dia Internacional da Mulher (08/03).


O quê: Projeto Mulher em Cena exibe o filme Anjos do Sol seguido de debate
Quando: 19 de março, quinta-feira, às 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. 
Quanto: Gratuito

sábado, 14 de março de 2015

Dica Cultural: Bate-papo com a banda BaianaSystem sobre internacionalização da música

Clique para ampliar
A internacionalização da música será tema de bate-papo com a banda BaianaSystem no próximo dia 16 de março, segunda-feira, das 15h às 17h, no Escritório do Bahia Criativa, Forte do Barbalho. 

No encontro, os integrantes do grupo falarão sobre as turnês, o lançamento do CD no Japão, os desafios e oportunidades de levar a cultura baiana por meio da mobilidade cultural. A realizaçõ é do escritório Bahia Criativa, fruto de um convêncio firmado entre o Ministério da Cultura e o Governo do Estado, gerido pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. 

O quê:  Bate-papo com a banda BaianaSystem sobre internacionalização da música
Quando: 16 de março, segunda-feira, das 15h às 17h
Onde: Escritório do Bahia Criativa, Forte do Barbalho, Salvador
Quanto: Gratuito
Mais informações: 71 3319-0033