• Neste mês de maio, a Biblioteca Pública do Estado da Bahia está completando 204 anos! Confira a história dessa Instituição bicentenária!
  • Todas as segundas e quartas-feiras, a Biblioteca promove gratuitamente duas sessões de cinema, com o projeto "Filme na Biblioteca". Confira a programação!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!
  • Biblioteca é lugar de criança! Confira as oficinas do mês no Setor Infantil e traga a garotada para uma viagem pelo mundo do livro, com muita cultura e diversão!

quinta-feira, 30 de abril de 2015

De Olho na Notícia: Mesa Redonda - A essencialidade da cultura do livro para a sociedade

Clique para ampliar
O Centro Cultural da Câmara recebe na próxima terça-feira, 05 de maio, das 08h30 às 12h, uma mesa redonda para a discussão do tema A essencialidade da cultura o livro para a sociedade

O evento faz parte das comemorações do 1º ano de existência do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB). Além do tema central, o bate-papo discutirá também os seguintes subtemas:

- Literatura e tradição ou a invenção do novo;
- Democratização do acesso a equipamentos culturais como um indicador social;
- A leitura como elemento essencial de inclusão social;
- A valorização institucional da leitura;
- Literatura e representação da territorialidade;
- A biblioteca e sua dinâmica. 

O Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca de Salvador decorre da política nacional de cultura direcionada ao livro e a leitura expressa pelo Plano Nacional do Livro e da Leitura - PNLL. 

O quê: Mesa Redonda  - A essencialidade da cultura do livro  para a sociedade
Quando: 05 de maio, terça-feira, das 08h30 às 12h
Onde: Centro Cultural da Câmara, Praça Thomé de Souza, s/n, Centro - Salvador.
Quanto: Gratuito
Inscrições  através do e-mail presidenciapmllbsalvador@gmail.com 

Dica Cultural: Balé Teatro Castro Alves apresenta em Plataforma a coreografia “Agô, Arerê! Por Favor, Não Aperte O Mamão”

Foto: Maurício Serra
No encerramento da programação especial do Mês da Dança e também comemorando seus 34 anos de fundação, o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) volta a apresentar seu novo espetáculo Agô Arêrê! Por Favor, Não Aperte o Mamão, desta vez, no Centro Cultural Plataforma, na Praça São Braz, s/n, Plataforma, no  dia 30 de abril (quinta-feira), às 20h. A cidade de Salvador, na visão de dois artistas: o cantor e compositor Dorival Caymmi (1914-2008) e o artista plástico e fotógrafo Miguel Rio Branco (1946), serviu de livre inspiração para o coreógrafo mineiro Tuca Pinheiro ao conceber a montagem.  A entrada é gratuita.

No palco, um ambiente com as cores, sons, luzes e os ritmos da capital baiana, com seus conflitos, personagens, belezas e contradições. Não faltam as ruas, o carnaval, as feiras, o sincretismo religioso, os terreiros e a vanguarda cultural dos anos 50.  O projeto tem trilha sonora especialmente criada pelo cantor e compositor Gerônimo Santana. O BTCA é mantido pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA) através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e do Teatro Castro Alves.  O Balé foi fundado em 1º de abril de 1981, pelo Governo do Estado da Bahia, como a quinta companhia oficial de dança do país e a primeira profissional do Norte e Nordeste.

O quê: Balé Teatro Castro Alves apresenta em Plataforma a coreografia “Agô, Arerê! Por Favor, Não Aperte O Mamão”
Quando: 30 de abril, quinta-feira, às 20h
Onde: Centro Cultural Plataforma, na Praça São Braz, s/n, Plataforma
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Dica Cultural: Feira do Livro da FPC

Clique para ampliar
Na próxima quinta-feira (30/04), das 9h às 18h, a tradicional Feira do Livro, da Diretoria do Livro e Leitura da Fundação Pedro Calmon (DLL/FPC), acontecerá no campus da Universidade Federal da Bahia, em Ondina, em frente à Biblioteca Universitária Reitor Macêdo Costa. Na Feira, leitores poderão adquirir livros a preços acessíveis, dentre obras de diversos gêneros literários, de escritores baianos e de outros estados, com preços a partir de R$5.

A Feira de Livros é uma oportunidade de impulsionar conhecimento entre os jovens e divulgar autores locais, contemplando, assim, um dos eixos da Política Estadual do Livro e Leitura (PELL-BA), que tem foco no estímulo à leitura enquanto uma prática social. A mesma é uma oportunidade de desenvolvimento da economia do livro, com a divulgação de autores baianos, bem como das editoras.

Assim como em outras edições, editoras baianas marcarão presença no local, como a Edufba, Bazar 27 e União Brasileira de Escritores (UBESC).

O quê: Feira do Livro da FPC
Quando: 30 de abril. quinta-feira, das 9h às 18h
Onde: Campus Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Quanto: Entrada franca (livros a partir de R$ 5,00)

Fonte: fpc.ba.gov.br

Cine Vídeo da Biblioteca exibe o filme 'Gnomeu e Julieta'

Clique para ampliar
O Cine Vídeo do Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia exibe nesta quinta-feira, 30 de abril, o filme Gnomeu e Julieta. A animação, de Kelly Asbury, será exibida em duas sessões, às 10h e 15h, e conta a história de dois anões de jardim de famílias rivais que se apaixonam. A entrada é franca.

O quê: Cine Vídeo exibe 'Gnomeu e Julieta'
Quando: 30 de abril, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

terça-feira, 28 de abril de 2015

De Olho na Notícia: Centro de Memória realiza palestra sobre a expulsão dos holandeses da Bahia

Clique para ampliar
Em virtude dos 390 anos da expulsão dos holandeses da cidade de Salvador, na próxima quinta-feira (30), às 17h, o Centro de Memória da Bahia, unidade da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, realiza a palestra Guerras Neerlandesas na Bahia (1624-1654): História e Fontes de Pesquisa, com o professor Dr. Pablo Magalhães. A atividade é aberta ao público e acontecerá na sala Kátia Mattoso – Auditório da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris).

A palestra é resultado da pesquisa do professor, intitulada “Equus Rusus A Igreja Católica e as Guerras Neerlandesas na Bahia (1624 – 1654)” e que investiga a atuação da Igreja Católica durante as guerras neerlandesas na Bahia entre os anos de 1624 e 1654. De acordo com o estudo, com as lutas, as instituições eclesiásticas fortaleceram suas economias e conseguiram expandir suas propriedades, transformando-as nas organizações mais poderosas do Atlântico Sul na metade do século XVII.

Pablo Antonio Iglesias Magalhães é doutor em História Social pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor Adjunto I de História do Brasil e História da Bahia na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e co-autor do livro “Episódios Baianos: Documentos para a História do Período Holandês na Bahia”.

O quê: Centro de Memória realiza palestra sobre a expulsão dos holandeses da Bahia
Quando: 30 de abril, quinta-feira, às 17h
Onde: Sala Kátia Mattoso, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

Fonte: fpc.ba.gov.br

Setor Infantil realiza oficina nesta quarta-feira

Clique para ampliar
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris, promove nesta quarta-feira, 29 de abril ,às 15h, uma oficina em homenagem ao Dia do Ferroviário (30). Durante a atividade, as crianças confeccionarão uma locomotiva com material reciclável. A oficina é gratuita. 

O quê: Setor Infantil realiza oficina em homenagem ao Dia do Ferroviário
Quando: 29 de abril, às 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Dica Cultural: Solos de Stuttgart encerram programação do VIVADANÇA Festival Internacional

Foto: Jo Grabowski | Divulgação
Em 29 de abril, o mundo comemora o Dia Internacional da Dança, instituído pela UNESCO, em 1982. A data é em homenagem póstuma a um dos grandes mestres do Balé, o francês Jean-Georges Noverre (1727-1810). É nesse clima que o VIVADANÇA fecha com chave de ouro a sua nona edição, apresentando um programa de solistas premiados pelo Internationales Solo-Tanz-Theater Festival Stuttgart, na Alemanha.

Prestes a fazer 20 anos, o projeto ocupa novamente a sala principal do Teatro Vila Velha, em dois de apresentação: dias 28 e 29/04, às 20h. Mischa Van Leeuwen (Holanda), Tom Weinberger (Israel), Hemabharathi Palani (Índia), Chistina Medina (Canadá) e Anna Réti (Hungria), são alguns dos criadores e intérpretes que estão em turnê nesta edição.

O solo holandês THE BEGINNING “se baseia na luta de decisões durante a vida, como deixar alguém importante, por exemplo, e as consequências que esta decisão pode trazer”.

O israelense NEMEK “pesquisa a libertação. O solo permite ao movimento dizer o que não se pode dizer em palavras, permite que o corpo seja o poeta. O corpo de forma, som e espaço falam”.

O indiano, intitulado TRIKONANGA, “explora três dimensões essenciais que mostram a originalidade da expressão corporal e a abordagem da dança por parte de Hemabharathi. A montagem combina vínculos físicos de três estilos de dança: Bharatanatyam, contemporânea e balé, atravessando vários estados emocionais”.

O canadense AM I AM “é uma adaptação livre do conto “A Casa de Asterión”, de Jorge Luis Borges. O minotauro Asterión decide ficar dentro do seu labirinto – um mundo de imaginação e decepção – e espera… O solo explora os vários pontos de vista, desde a Rainha Pasiphaë ao minotauro Asterión e os deuses que decidem seus destinos”.

E o húngaro INSIDE OUT aborda “as grandes e pequenas lutas dentro de uma pessoa. Um trabalho é feroz, vital e cruel. Expõe a humanidade e todas as suas complicações”,

O quê: Solos de Stuttgart encerram programação do VIVADANÇA Festival Internacional
Quando: 28 e 29 de abril, às 20h
Onde: Teatro Vila Velha
Quanto: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00(meia)
Mais informações: cultura.ba.gov.br

Filmes na Biblioteca exibe o filme O Candidato Honesto

Clique para ampliar
Filmes na Biblioteca exibe na próxima quarta-feira, 29 de abril, às 10h e 15h, o filme O Candidato Honesto, do diretor brasileiro Roberto Santuci. O longa conta as trapalhadas de João Ernesto Praxedes (Leandro Hassum), um político corrupto candidato à presidência da República que está no segundo turno e à frente nas pesquisas quando recebe uma mandinga que o impede de mentir. A entrada é franca. 

O Candidato Honesto - João Ernesto Praxedes (Leandro Hassum) é um político corrupto, candidato à presidência da República. Ele está no segundo turno das eleições, à frente nas pesquisas, quando recebe uma mandinga da avó, fazendo com que ele não possa mais mentir. Agora começa o problema: como vencer uma eleição falando apenas a verdade? 
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS 
Direção: Roberto Santucci

O quê: Filmes na Biblioteca exibe o filme O Candidato Honesto
Quando: 29 de abril, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

sábado, 25 de abril de 2015

De olho na Notícia: Inscrições para concurso de produção artística em homenagem aos heróis da Revolta de Búzios

Clique para ampliar
Os interessados em participar do concurso de produção artística na Via Expressa Baía de Todos os Santos em homenagem à Revolta dos Búzios, promovido pelo governo baiano, têm até 30 de abril para enviarem suas propostas. A inscrição deve ser realizada unicamente via postal, com Aviso de Recebimento (A.R.) para o seguinte endereço: Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia, Avenida Paulo VI, nº 760, Edf. Belmonte Empresarial, 2º andar – Pituba. CEP: 41810-001 – Salvador, BA.

A produção artística classificada em primeiro lugar será executada com a previsão de até R$ 300 mil. O autor do projeto vencedor receberá um prêmio de R$ 50 mil, o segundo de R$ 15 mil e o terceiro de R$ 10 mil. O monumento em memória dos heróis João de Deus, Lucas Dantas, Manuel Faustino e Luís Gonzaga será instalado na Via Expressa, considerada a mais expressiva obra viária da história de Salvador nos últimos 30 anos. O edital do concurso está disponível nos sites das Secretarias de Promoção da Igualdade Racial, da Educação e da Cultura.

Saiba como participar – Podem se candidatar pessoas físicas, com idade igual ou superior a 18 anos, completos até a data final da inscrição, brasileiros natos ou naturalizados, e estrangeiros com situação de permanência devidamente legalizada e residência comprovada no país com, pelo menos, dois anos completos até o encerramento da inscrição. O objetivo é preservar a memória dos líderes e inspirar a sociedade na busca permanente pela liberdade e igualdade.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Dica Cultural: Semana de Cinema Russo exibe filmes na Walter da Silveira

Clique para ampliar
A Semana de Cinema Russo exibe filmes na Sala Walter da Silveira, de 22 a 29 de abril, apresentando um breve panorama da sétima arte produzida naquele país com obras que vão do clássico O Encouraçado Potemkin ao recente Meu Pai Baryshnikov. As sessões iniciam sempre às 18h30, com entrada franca. O evento tem o apoio da Embaixada da Rússia no Brasil. 

Confira a programação

Dia 24 de abril, 18h30

O encouraçado Potemkin (Bronenosets Potyomkin, RUS, 1925)
Direção: Sergueï M. Eisenstein e  Grigori Aleksandrov
Elenco: .A. Glauberman, Aleksandr Antonov e Andrei Fajt
Duração: 75 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse – Em 1905, na Rússia czarista, um levante pressagiou a Revolução de 1917. Tudo começou no navio de guerra Potemkin, onde os marinheiros estavam cansados de serem maltratados. Quando alguns deles se recusam a comer carne estragada, os oficiais do navio ordenam sua execução. A tensão aumenta e, gradativamente, a situação sai do controle. O que começa como um motim no navio de guerra acaba por dar início a uma violenta revolta na cidade de Odessa.

Dia 25 de abril, 18h30

O quadragésimo primeiro (Sorok Pervyy, RUS, 1956)
Direção: Grigori Chukhrai.
Elenco: Georgi Shapovalov, Izolda Izvitskaya e Nikolai Dupak.
Duração: 88 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse - Filme ambientado na época da guerra mostra o romance que acontece entre uma atiradora do Exército Vermelho e um oficial do Exército Branco.

Dia 27 de abril, 18h30

Quando voam as cegonhas (Letyat Zhuravli, RUS, 1957)
Direção: Mikhail Kalatozov
Elenco: Aleksandr Shvorin,  Aleksey Batalov e Antonina Bogdanova.
Duração: 97 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse - Veronika e Boris estão apaixonados. Eles caminham pelas ruas de Moscou até o amanhecer. Mas a Segunda Guerra Mundial está começando e Boris, que trabalha numa fábrica, alista-se voluntariamente às forças armadas. Para a tristeza de sua família e de Veronika, ele parte para a frente de batalha.

Dia 28 de abril, 18h30

A balada do soldado (Ballada o soldate, RUS, 1959)
Direção: Grigori Chukhrai.
Elenco: Antonina Maksimova, Alyosha Skvtsov e Shura.
Duração: 88 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse - Durante a Segunda Guerra Mundial, o soldado Alyosha troca uma medalha por uns dias de folga para visitar sua mãe. Na volta para casa, ele conhece Shura e se apaixona.

Dia 29 de abril, 18h30

Stalker (Cmankep, RUS, 1979)
Direção: Andrei Tarkovsky .
Elenco: Aleksandr Kajdanovsky, Alisa Freyndlikh  e  Anatoli Solonitsyn.
Duração: 163 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse - Após a suposta queda de meteoritos numa região do planeta, essa região adquire propriedades estranhas e é chamada de Zona. Dentro da Zona, diz a lenda ter o Quarto, que seria um lugar onde todos os seus desejos são realizados. Temendo que a população invada a Zona à procura do Quarto, o exército a isola, mas eles próprios não têm coragem de entrar nela. Apenas alguns poucos, chamados Stalkers, têm habilidade suficiente para entrar e sobreviver lá dentro. Um dia, um escritor famoso e um físico contratam um Stalker para os guiarem ao Quarto, sem exatamente saber o que procuram.

O quê: Semana de Cinema Russo exibe filmes na Walter da Silveira
Quando: 22 a 29 de abril, às 18h30
Onde: Sala Walter da Silveira, Barris
Quanto: Gratuito

Setor Infantil realiza contação de histórias

Clique para ampliar
A Hora de Ouvir Histórias do Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia traz, durante o mês de abril, clássicos infantis e histórias sobre o Dia do Índio e a Páscoa, todas as segundas e sextas, às 10h e 15h. As atividades são gratuitas.

O quê:  Setor Infantil realiza contação de histórias
Quando: Segundas e sextas-feiras, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia 
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dica Cultural: Encontro de Cantadores e show da BaianaSystem entre os destaques do Pelourinho

Claudia Cunha | Foto: Vinícius Neves/Divulgação
O roteiro cultural do Pelô agita a semana com uma grade especial e muito diversificada. Entre os destaques, o III Encontro de Candadores do Pelô, que será realizado de quinta-feira a sábado, o show da banda BaianaSystem, e o festival Boom Break – Circuito de Dança. A programação é promovida e apoiada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI).

Nesta quinta-feira (23), o Largo Pedro Archanjo se transforma no grande palco da cantoria brasileira, no primeiro dia do III Encontro de Cantadores do Pelô, projeto que reúne cantadores e cantadeira de diversos estados do país. Durante a tarde, a partir das 15h, os cantores Maviael Melo, Claudia Cunha, Maciel Melo e Raimundo Sodré estarão à frente de um bate-papo musicado. Mais tarde, às 20h, a noite de abertura do encontro recebe como atrações Carlos Vilella, Aiace Félix, Maciel Melo e Xangai. A entrada é franca.

No Largo Tereza Batista, o cantor Afro Jhow faz uma homenagem ao dia de São Jorge. Na apresentação ele fará releituras de músicas dos blocos afros da Bahia e receberá como convidada a banda Som é Nosso. O evento é gratuito e começa às 21h.

Na sexta-feira (24), acontece mais uma tarde de bate-papo musicado, às 15h, parte da programação do III Encontro de Cantadores do Pelô. E na segunda noite do projeto, Maviael Melo, Celo Costa, Alisson Menezes, Cátia de França e Raimundo Sodré se encontram no Largo Pedro Archanjo, às 20h. Entrada gratuita. A Banda Kimimo do forró realiza mais um show para aqueles que estão contando as horas para o São João, com a participação especial da Banda Menina Faceira. Será no Largo Quincas Berro D’água, às 21h. Ingressos R$ 5. No Largo Tereza Batista, a banda BaianaSystem faz o som, a partir das 21h, e os convidados da noite são Bule Bule, Lourimbau e Dnabs. Ingressos R$30.

Sábado (25), no Largo Quincas Berro D’Água, às 18h, será realizado o Projeto Música e Arte Estudantil. O evento é uma parceria dos cantores Juan e Ravena com entidades estudantis, e tem como objetivo atrair um público de estudantes para apreciar apresentações artísticas e discutir diversos assuntos em um bate papo divertido. A dupla será a atração principal da noite. Gratuito. No Largo Pedro archanjo, às 20h, a noite de encerramento do III Encontro de Candadores do Pelô conta com os shows de Cláudia Cunha, João Sereno, Verlando Gomes, Paulinho Pedra Azul e Juraildes da Cruz, às 20h. Entrada franca.

Já no domingo (26), acontece o Encontro Vício Cacheado, evento gratuito, que será realizado no Largo Tereza Batista, às 10h. O encontro realiza bate-papo e oficina de turbantes, oficina de make, de trançados, e a Feira Preta com diversos produtos voltados para a estética negra. Também no Largo Tereza Batista, às 15h, a cultura hip-hip encontra seu lugar com o Boom Break – Circuito Dança de Rua A segunda edição do evento é promovida pelo Coletivo Boom Clap com o intuito de celebrar o mês dedicado à dança. Os mestres de cerimônia MC Coscarque e Bgirl Arcanjo comandam as disputas, e a discotecagem fica por conta do Dj Jarrão. Ingressos R$5. E mais uma opção para a tarde do domingo é curtir o Ensaio do Bloco Olodum, que recebe convidados especiais. A festa será no Largo Pedro Archanjo, às 14h. Ingressos R$40.

Mais Pelô - Terça-feira (28), a Banda Nagé anima o público com um som empolgante, no Largo Pedro Archanjo, às 21h, e o melhor, é só chegar e conferir porque a entrada é franca. Na quinta-feira (30), para encerrar o mês de abril em grande estilo, a Banda Filhos de Jorge dá continuidade aos shows de sua temporada de ensaios. No Largo Tereza Batista, às 21h, ingressos R$20.

O quê: Encontro de Cantadores e show da BaianaSystem entre os destaques do Pelourinho
Quando: 23 a 28 de abril
Onde: Largos do Pelourinho, Salvador-Ba
Quanto: Ingressos gratuitos e a preços populares
Mais informações: cultura.ba.gov.br

Cine Vídeo exibe hoje o filme 'O Livro de Pooh'

Clique para ampliar
O Cine Vídeo da Biblioteca exibe hoje, quinta-feira, às 10h e 15h, o filme O Livro de Pooh, no Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo. A animação traz uma aventura especial do encantador ursinho Pooh e seus amigos, ao descobrirem, no quarto de Christopher Robin, seu precioso livro de histórias, repleto de contos escritos sobre eles. A entrada é franca.

O quê: Cine Vídeo exibe hoje o filme 'O Livro de Pooh'
Quando: 23 de abril, quinta-feira, às 10h e 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Hoje tem Oficina no Infantil!

Clique para ampliar
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo, realiza nesta quarta-feira, 22 de abril, às 15h, a oficina Todo Dia é Dia de Índio. Durante a atividade, as crianças confeccionarão adereços indígenas com material reciclável, após a leitura de textos sobre o tema, retirados do livro Coisas de Índio, de Daniel Munduruku. Toda a atividade é gratuita.

O quê: Oficina infantil sobre o dia do índio
Quando: 22 de abril, quarta-feira, às 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

Por Dentro da Biblioteca: Top 7 do Setor de Empréstimos

Clique para ampliar
Em celebração ao Dia Internacional do Livro (23 de abril) a Biblioteca Pública do Estado da Bahia reuniu nesta edição do Por Dentro da Biblioteca, o Top 7 dos livros mais locados do nosso Setor de Empréstimos. Com cerca de mil exemplares emprestados por mês, o Setor disponibiliza para os frequentadores os títulos mais diversificados, desde romances, contos, crônicas, à poesias e biografias de autores nacionais e estrangeiros, além dos best-sellers e títulos indicados para os vestibulares. Após a realização de um cadastro, os leitores podem levar até dois livros para casa por 15 dias, com possibilidade de renovação.

Confira o nosso Top 7: 

1. Tenda dos Milagres, Jorge Amado - Em Tenda dos Milagres, Jorge Amado opõe as idéias de Pedro Archanjo às de Nilo Argolo para enaltecer a mestiçagem, a tradição popular e a cultura negra. O romance critica a postura colonizada de aceitação de teorias racistas originárias da Europa no início do século XX e ironiza a valorização tardia da obra do intelectual negro, reconhecida à revelia da elite local graças à iniciativa de um estrangeiro.

2. Largo da Palma, Adonias Filho - O Largo da Palma é uma obra composta por seis novelas do escritor baiano Adonias Filho: A moça dos pãezinhos de queijo, O largo de branco, Um avô muito velho, Um corpo sem nome, Os enforcados e A pedra. Situando suas tramas nos arredores do largo que dá nome ao livro, Adonias mistura o sagrado e o profano, o urbano e o rural, o erudito e o popular.

3. O Desterro dos Mortos, Aleilton Fonseca - O desterro dos mortos constitui-se de um conjunto de 12 contos escritos numa linguagem simples e elegante, com uma profusão de vivencias e experiências experimentadas por personagens emblemáticos do cotidiano. As histórias são surpreendentes, cheias de humanidade e busca de compreensão do outro. E os narradores estão sempre empenhados em desvendar e compreender as vicissitudes da existência humana. 

4. Além de Estar, Helena Parente Cunha - Obra da poeta, ficcionista, tradutora, professora universitária, pesquisadora, ensaísta e crítica literária Helena Parente Cunha, Além de Estar reúne seus livros de poesia anteriores, além de trazer material inédito. 

5. A Morte e a Morte de Quincas Berro D'água, Jorge Amado - Numa prosa inebriante, que tangencia o fantástico sem perder o olhar aguçado para as particularidades da sociedade baiana, Jorge Amado narra a história das várias mortes de Joaquim Soares, vulgo Quincas Berro D'água, cidadão exemplar que a certa altura da vida decide abandonar a família e a reputação ilibada para juntar-se à malandragem da cidade

6. Harry Potter e a Pedra Filosofal, J. K. Rowling - Harry Potter é um garoto comum que vive num armário debaixo da escada da casa de seus tios. Sua vida muda quando ele recebe uma carta entregue, por uma coruja, informando que ele tem uma vaga para estudar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Lá ele descobre tudo sobre a misteriosa morte de seus pais e sobre a comunidade bruxa, além de aprender a jogar quadribol e enfrentar, num duelo, o cruel Voldemort. Com inteligência e criatividade, J. K. Rowling criou um clássico de nossos tempos. Uma obra que reúne fantasia e suspense num universo original atraente para crianças, adolescentes e adultos.

7. Essa Terra, Antônio Torres - Essa terra retrata o impacto da cidade grande sobre o retirante, o imigrante nordestino. O próprio autor, nascido na pequena cidade de Junco, interior da Bahia, percorreu os mesmos caminhos dos seus personagens, deixando o Nordeste para procurar asorte nas metrópoles do Sudeste. E a encontrou. 

O Setor de Empréstimo fica no andar térreo da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, e funciona de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 21h, e aos sábados, das 08h30 às 12h. Para fazer o cadastro de empréstimo o leitor precisa ter mais de 13 anos, e comparecer ao setor com um comprovante de residência e a carteira de identidade. 

sábado, 18 de abril de 2015

De Olho na Notícia: Fundação Pedro Calmon debate direito autoral no Dia Internacional do Livro

Clique para ampliar
Responsável pela execução de políticas públicas de fomento ao livro, a Diretoria do Livro e da Leitura (DLL) da Fundação Pedro Calmon/SecultBA realiza no Dia Internacional do Livro e do Direito Autoral (23/04), a mesa redonda O direito autoral nos tempos do e-book. Com entrada gratuita, o evento acontece no dia 23(quinta-feira), às 16h, na Sala Alexandre Robatto (Barris). Neste dia, participam do debate a professora e idealizadora do Coletivo Editorial Ogum’s Toques, Mel Adún, o distribuidor de livros, Primo Maldonado, o jornalista e presidente da União Baiana de Escritores (Ubesc), Roberto Leal e Eduardo Gomes, doutorando em direitos autorais e culturais (Ufba). A iniciativa integra as diretrizes do Plano Estadual do Livro e Leitura (PELL).

Para o diretor da DLL, João Vanderlei de Moraes Filho, o encontro visa debater e valorizar as múltiplas dimensões do livro, desde o processo criativo até a sua cadeia econômica. “O evento reunirá especialistas em direito autoral, escritores e representantes da cadeia do livro. Vamos discutir a relação autor-editor e o mercado editorial, como estes setores se equacionam, além de trazer à tona questões sobre o cenário baiano”, frisou.

O jornalista e editor Roberto Leal fará um panorama da união dos escritores e relançará a coetânea “Kiximanu”, que conta com a publicação de 13 poetas, além da 10ª edição da revista de Literatura Òmnira. “Ambas as publicações fazem parte do trabalho de garimpagem de novos talentos literários, numa ação de intercâmbio que envolve países de Língua Portuguesa. Angola, por exemplo, tem sido muito atuante na questão do seu crescimento cultural e na literatura não tem sido diferente”, destaca Leal.

O quê: Fundação Pedro Calmon debate direito autoral no Dia Internacional do Livro
Quando: 23 de abril, quinta-feira, às 16h
Onde: Sala Alexandre Robatto, Barris
Quanto: Gratuito

Fonte: fpc.ba.gov.br

De Olho na Notícia: Parque Tecnológico da Bahia promove mesa redonda

Clique para ampliar
O quê: Parque Tecnológico da Bahia promove mesa redonda sobre oportunidades iguais para as mulheres
Quando: 22 de abril, quarta-feira, às 14h
Onde: Parque Tecnológico da Bahia, Rua Mundo, 121, Edf. Tecnocentro, Trobogy - Salvador-Ba
Quanto: Gratuito

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Biblioteca segue com mostra em celebração ao Dia Mundial da Poesia

Clique para ampliar
Segue em cartaz na Biblioteca Pública do Estado da Bahia a mostra em celebração ao Dia Mundial da Poesia (21/03). A exposição traz poesias de diversos autores, e está aberta ao público até o dia 30 de abril, das 08h30 às 21h, no Setor de Empréstimos da Instituição, térreo. 

O quê: Biblioteca segue com mostra em celebração ao Dia Mundial da Poesia
Quando: Até 30 de abril, das 08h30 às 21h
Onde: Setor de Empréstimos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

Dica Cultural: Instituto Cervantes realiza apresentação de Residência Artística com Javier Zabala

Clique para ampliar
O Instituto Cervantes Salvador realiza no próximo sábado, 18 de abril, às 14h, a apresentação da Residência Artística com Javier Zabala. O evento apresenta ainda imagens inspiradas em D. Quixote, produzidas pelos artístas Vânia Medeiros, Anabella López, Leonor Pérez e Dipacho

O evento faz parte do 2º Festival de Ilustração e Literatura da Bahia. A entrada é franca. 

O quê: Instituto Cervantes realiza apresentação de Residência Artística com Javier Zabala
Quando: 18 de abril, às 14h
Onde: Instituto Cervantes Salvador
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Legados Raros: Menino de Engenho

REGO, José Lins do. Menino de Engenho.- Rio de Janeiro: Sociedade dos Cem Bibliófilos do Brasil, 1959. 203p., il., 37cm. - (Sociedade dos Cem Bibliófilos do Brasil, 13)
Criada em 1811 a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB)  nesses dois séculos de história constituiu e preservou uma coleção literária rara e especial, de fundamental relevância para pesquisa. Atualmente sob a guarda da Subgerência de Obras Raras e Valiosas esta coleção histórica, rara e especial, tem  acesso restrito e  consulta local  previamente agendada. 

Com o intuito de levar ao conhecimento público este acervo tão especial, a Biblioteca preparou esta série de postagens com alguns dos exemplares mais raros e curiosos encontrados em nossas estantes. Confira:
Menino de Engenho
Fotos: Taiana Figueiredo

Menino de Engenho, José Lins do Rego - Esta edição de Menino de Engenho, com tiragem de apenas 120 exemplares,  ilustrada com gravuras de Candido Portinari (1903-1962), é a décima terceira publicação da Sociedade dos Cem Bibliófilos do Brasil, realizada sob a  direção de Raymundo Ottoni de Castro  e Cypriano Amoroso Costa e supervisão de Poty Lazaroto. Exemplar inconsútil, personalizado Exemplar letra C para a Biblioteca Pública da Bahia, permanece em bom estado de conservação.

José Lins do Rego Cavalcanati (1901- 1957) Nasceu em Pilar, Paraíba. Formou-se em Direito, em Recife em 1923. Em 1955 foi eleito para a Academia Brasileira de Letras.
Com o romance Menino de Engenho, publicado em 1932, inicia o chamado ciclo da  cana-de-açúcar.

A Subgerência de Obras Raras e Valiosas funciona de segunda a sexta, das 08h30 às 18h, 2º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris. Mais informações: 71 3117-6090

Biblioteca promove mostra em homenagem a Dorival Caymmi

Clique para ampliar
Em homenagem ao nascimento de Dorival Caymmi (30/04), o Setor de Documentação Baiana da Biblioteca Pública do Estado da Bahia apresenta a mostra virtual Caymmi, o Mar e a Bahia, abordando a vida e a obra do músico baiano, de 10 de abril a 10 de maio.  Clique aqui e veja a mostra!

O quê: Biblioteca promove mostra em homenagem a Dorival Caymmi
Quando: 10 de abril a 10 de maio
Onde: Internet ( https://youtu.be/jxaui0qarsA )

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Dica Cultural: Inscrições abertas para Oficina Afetividade na Criação Cênica

Clique para ampliar
O Projeto de Extensão Laboratório Poéticas da Afetividade, coordenado pela Prof. Dra. Célida Salume (ETUFBA), está com inscrições abertas até a próxima sexta-feira (17) para a Oficina na Criação Cênica. s aulas serão ministradas pelo ator-pesquisador e doutorando e, Artes Cênicas (UFBA), Elton Mendes

A Oficina, que tem como público-alvo atores, bailarinos, professores e estudantes de teatro visa experimentar as possibilidades criativas (poéticas) a serem propiciadas pelo encontro/confronto entre diferentes individualidades que trarão sua experiência, suas memórias e histórias de vida a serem compartilhadas num ambiente colaborativo. 

A escolha por propiciar uma atmosfera de relacionamento dialógico entre diferentes individualidades representa a crença numa ética do processo criativo, em que cada qual reconhece a pertinência da sua própria história de vida ao reconhecer no outro um lugar de escuta, acolhimento e reverberação de memórias e afetos desprestigiados pelas narrativas históricas oficiais. Ao mesmo tempo, o trabalho investiga possibilidades metodológicas que sejam capazes de propiciar a emergência das memórias, relações e narrativas, e também buscando subsídios para a utilização desses atributos no acontecimento cênico.

A oficina pretende proporcionar à comunidade acadêmica e externa à UFBA atividade formativa de 60h, tendo como objetivo a investigação prático-teórica sobre as possibilidades de criação cênica a partir de memórias afetivas e (auto)biográficas dos participantes. O público-alvo será os atores, bailarinos, professores e estudantes de teatro. Serão 20 encontros que ocorrerãosemanalmente, de 22 de abril a 25 de junho na Escola de Belas Artes da UFBA. O fechamento das atividades ocorrerá em junho de 2015, constando mostra cênica dos trabalhos finais de curso e entrega de certificados aos cursistas.

O quê: Inscrições abertas para Oficina Afetividade na Criação Cênica
Quando: Até 17 de abril, sexta-feira
Quanto: Gratuito
Mais informações: eltonparalelo@yahoo.com.br

Biblioteca realiza mostra em comemoração ao Dia Mundial da Saúde

Clique para ampliar
Está em cartaz de 07 a 30 de abril, das 08h30 às 21h, no Setor de Pesquisa e Referência da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo, uma mostra em celebração ao Dia Mundial da Saúde (07). A exposição traz uma coleção de livros para a conscientização da importância dos cuidados com a saúde no dia a dia. A entrada é franca. 

O quê: Biblioteca realiza mostra em comemoração ao Dia Mundial da Saúde
Quando: 07 a 30 de abril, das 08h30 às 21h
Onde: Setor de Pesquisa e Referência da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

terça-feira, 14 de abril de 2015

Por Dentro da Biblioteca celebra os dias Nacional e Internacional do Livro Infantil

Rian Paixão Catramby |
Foto: taiana Figueiredo - BPEB
Em comemoração ao Dia Internacional do Livro Infantil (02/04) e ao Dia Nacional do Livro Infantil (18/04), a Biblioteca Pública do Estado da Bahia (BPEB) preparou uma edição especial do Por Dentro da Biblioteca, e traz para seus leitores uma entrevista com o pequeno frequentador Rian Paixão Catramby, que aos 8 anos de idade já atingiu a incrível marca de cerca de dois mil livros lidos. 

Rian conta que começou suas aventuras literárias entre os anos de 2009 e 2010, quando o seu pai começou a traze-lo à BPEB, no Setor Infantil, onde lia as histórias do Sítio do Pica-Pau Amarelo, de Monteiro Lobato, e as revistas da Turma da Mônica, de Maurício de Souza. Ao final de 2010, ele já havia lido 200 livros. 

"Gosto muito de ler porque a leitura é como um jogo, só que a gente tem que usar a imaginação e precisa ler para entender.", afirma Rian, que ainda diz preferir os livros convencionais à versões digitais. "Eu prefiro o 'livro de folha' porque a gente pode tocar, e porque o livro é uma coisa muito legal que precisa usar muito a imaginação.", explica. 

O pai de Rian, Ivan Catramby, conta que sempre incentivou o filho com a leitura. "A gente mora longe, então dava pra ler muito no ônibus, no caminho para casa. Só no percurso daqui da Biblioteca até em casa eu lia dois livros pra ele. Agora ele lê cerca de 300 livros por ano sozinho. Por dia, ele lê aproximadamente 4 livros." conta Ivan Catramby.

Foto: Taiana Figueiredo - BPEB
O pequeno Rian revela que o livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato é o seu preferido, apesar gostar muito de outras histórias, como as da dupla Asterix e Obelix, personagens criados pelos franceses René de Goscinny e Albert Uderzo. "Eu já estou quase terminando a série Asterix e Obelix, mas o meu personagem favorito entre todos é o Pedrinho, do Sítio do Pica-pau Amarelo. Meu pai até já me levou na cidade do Monteiro Lobato, em Taubaté. Eu gostei muito.", conta Rian, que ainda diz gostar muito do espaço do Setor Infantil, por ter todos esses livros à disposição. 

Segundo o leitor mirim, de todos os seus amigos, ele é o que mais ama ler, e pretende aumentar muito mais a sua marca, que já está em, aproximadamente, dois mil livros lidos. "Meus amigos até gostam de ler, mas eu sou o que lê mais. E quero ler muito mais ainda.", conta Rian. Atualmente, ele está lendo Memórias da Emília, de Monteiro Lobato, e as séries Turma da Mônica e Turma da Mônica Jovem, de Maurício de Souza, além de séries de super-heróis. 

O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia funciona de segunda à sexta-feira, das 08h30 às 18h, no andar térreo, e conta com um acervo de 7.028 livros, 230 catálogos e 68 títulos de revistas. Além disso, o Setor ainda oferece ao público oficinas, Cine Vídeo, contação de história, palestras, bate-papo, exposição, empréstimos de livros, pesquisas, teatro e visita guiada.  

Setor Infantil da Biblioteca promove oficina de fantoches

Clique para ampliar
O Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia promove nesta quarta-feira, 15 de abril, às 15h, a oficina Você no Palco, onde as crianças irão confeccionar fantoches dos personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo, utilizando materiais recicláveis. A atividade é gratuita. 

O quê: Setor Infantil da Biblioteca promove oficina de fantoches
Quando: 15 de abril, quarta-feira, às 15h
Onde: Setor Infantil da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo
Quanto: Gratuito

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Dica de Leitura presta sua homenagem a Eduardo Galeano

Foto: Reprodução/Internet
A Dica de Leitura de hoje da Biblioteca Pública do Estado da Bahia presta uma homenagem ao escritor, jornalista e historiador uruguaio Eduardo Galeano, após a notícia do seu falecimento nesta segunda-feira (13/04).

Famoso pela obra "As Veias Abertas da América Latina", Galeano nasceu em Montevidéu, Uruguai, em setembro de 1940, e aos 14 anos de idade já vendia suas primeiras charges políticas para jornais uruguaios como o El Sol. Na década de 60 trabalhou como editor chefe do semanário Marcha, e dirigiu o jornal Época.

Na década de 70, foi perseguido pelo regime militar em seu país, e permaneceu exilado na Argentina e na Espanha entre os anos 1973 e 1985, perseguido pela publicação do seu livro "As Veias Abertas da América Latina". Ainda na Espanha, Eduardo Galeano iniciou a trilogia "Memória de Fogo", sobre a História das Américas, que foi premiada  pelo Ministério da Cultura do Uruguai e recebeu o American Book Award (Washington University, EUA) em 1989. 

Recebeu ainda, em 1993, o prêmio Aloa, oferecido pelas editoras da Dinamarca, e em 1999 tornou-se o primeiro escritor a receber um prêmio doado a quem contribuísse para a Liberdade Cultural, pela Lannan Foundation, do Novo México. Ele também foi homenageado com o título de primeiro cidadão ilustre do Mercosul. Em dezembro de 2001,Galeano recebeu o título de Doutor Honoris Causa, concedido pela Universidade de Havana, de Cuba.

Dentre suas principais obras estão De pernas pro ar, Dias e noites de amor e de guerra, Futebol ao sol e à sombra, O livro dos abraços, Memória do fogo (que inclui Os nascimentos, As caras e as máscaras e O século do vento), Mulheres, As palavras andantes, Vagamundo e As veias abertas da América Latina. 

Os frequentadores podem encontrar alguns exemplares de Eduardo Galeano, como os livros Canção de nossa gente, Mulheres, As palavras andantes, O teatro do bem e do mal, entre outros, no Setor de Empréstimos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, térreo. O Setor funciona de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 21h, e aos sábados, das 08h30 às 12h.  A solicitação de livros deve ser feita mediante cadastro prévio no próprio setor, e para se cadastrar é simples: basta ter mais de 13 anos e trazer um comprovante de residência e a carteira de identidade. 

Projeto Filmes na Biblioteca exibe Terapia Intensiva

Clique para ampliar
O Projeto Filmes na Biblioteca exibe na próxima quarta-feira, 15 de abril, o filme Terapia Intensiva, de Arnauld Desplenchin, na Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, em duas sessões, às 10h e 15h, com entrada franca.

O longa conta a história do combatente indígena Jimmy Blackfoot, que após a Segunda Guerra Mundial é internado em um hospital militar no Kansas com queixas dfe perda de audição, vertigem e cegueira temporária, apesar de não haver causas fisiológicas. 

O quê: Projeto Filmes na Biblioteca exibe Terapia Intensiva
Quando: 15 de abril, quarta-feira, às 10h e 15h
Onde: Sala de Projeção Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Quanto: Gratuito

sábado, 11 de abril de 2015

Dica Cultural: Domingo no TCA recebe o Balé do Teatro Castro Alves

Clique para ampliar
No mês da dança, o projeto Domingo no TCA, apresenta para o público o trabalho mais recente do Balé Teatro Castro Alves (BTCA), o espetáculo Agô Arêrê! Por Favor, Não Aperte o Mamão. A coreografia será apresentada no próximo dia 12 de abril (domingo), às 11h, na Sala Principal do TCA. Os ingressos custam apenas R$ 1 e começam a ser vendidos sempre às 9h, somente no dia do espetáculo, com acesso imediato do público ao teatro.

A nova coreografia do BTCA traz em cena a cidade de Salvador, seus conflitos, belezas e contradições. Com direção coreográfica do mineiro Tuca Pinheiro, em parceria com a dramaturga Carmen Paternostro, a coreografia retrata a cidade de Salvador ao se inspirar livremente na visão de dois artistas: o cantor e compositor Dorival Caymmi (1994-2008) e o artista plástico Miguel Rio Branco (1946). Entre os elementos incorporados no processo criativo da companhia também estão às ruas, o carnaval, as feiras, o sincretismo religioso, os terreiros e a importância da vanguarda cultural dos anos 50.

Entre os elementos incorporados no processo criativo da companhia também estão o sincretismo religioso, os terreiros e a importância da vanguarda cultural dos anos 50. Além disto, o novo espetáculo conta com a trilha sonora criada pelo cantor Gerônimo Santana. Distante da dimensão folclórica e dos regionalismos panfletários, a nova coreografia cria diversos olhares com o objetivo de perceber, entender e traduzir Salvador em diferentes perspectivas.

Com a estreia desta nova coreografia no fim de 2014, o Balé do TCA renovou seu repertório e conseguiu realizar cinco projetos inéditos em apenas um ano. A companhia de dança com 34 anos de trajetória, completados no último dia 1º de abril, é mantida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA) através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e do Teatro Castro Alves.

O quê: Domingo no TCA recebe o Balé do Teatro Castro Alves
Quando: 12 de abril, domingo, às 11h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quanto: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia) - os ingressos começam a ser vendidos às 9h, somente no dia do espetáculo, com acesso imediato do público ao teatro

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Fundação Pedro Calmon celebra o Dia Nacional da Biblioteca

Clique para ampliar
Um espaço de inclusão social e de aprendizagem; de integração entre lazer e conhecimento. Um ambiente de estímulo à imaginação, à descoberta de novos mundos e possibilidades. Um ponto de cultura, de manifestação cultural, fomento intelectual e produção artística, enfim. Tudo isso em um só lugar: na Biblioteca. Celebrada em todo o país no dia 9 de abril – Dia Nacional da Biblioteca – as bibliotecas enfrentam hoje em dia o desafio de se manterem enquanto equipamentos vivos, dinâmicos e integrados às comunidades onde se localizam.

Na Bahia – fora da capital – estes espaços, muitas vezes, são os únicos em que esta integração cultural se torna possível, tornando-as agentes de promoção ao livro, mediação da leitura e de formação de leitores. No estado, as unidades são gerenciadas por meio do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SEBP), operado pela Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura da Bahia, consolidando uma rede formada por 443 Bibliotecas Públicas Municipais (BPMs) e seis bibliotecas públi­cas estaduais em Salvador, uma no município de Itaparica, uma Casa de Cultura no município de Lençóis e uma Biblioteca Virtual, especiali­zada na história da Bahia – a Biblioteca Virtual 2 de Julho.

“O Sistema tem ações como implantação de bibliotecas e modernização das já existentes, com doação de acervo, formação de pessoal, organização de espaços e infraestrutura, treinamento para multiplicação de atividades que dinamizem as Bibliotecas”, explica a coordenadora do SEBP (FPC), Maria Cristina Santos. No quesito modernização, o desafio é grande, diante do avanço da tecnologia e da ampliação do acesso à internet, o que exige renovação e criatividade por parte dos/as gestores/as de bibliotecas.

Nesta área, na avaliação do gerente do SEBP, Marcos Viana, destacam-se a renovação do parque tecnológico e do mobiliário, aquisição de equipamentos de audiovisual e ampliação da acessibilidade, dentre os investimentos necessários. “Pode-se até se achar muita coisa na internet, mas a pesquisa e a leitura podem ser muito melhor aproveitadas quando há um mediador especializado neste auxílio ao leitor e as Bibliotecas tem isso. Mas precisamos pensá-las como espaços com uma ambiência modernizada, atraente, onde o usuário possa usar seus equipamentos eletrônicos de forma qualificada, com um acervo atualizado de modo a se tornar – junto à internet – local de busca de publicações, documentos, vídeos, obras especializadas”, frisou Viana, destacando ainda a importância de se ter profissionais cada vez mais qualificados e valorizados nas Bibliotecas.

Atenta ao universo da tecnologia e do acesso facilitado à internet, a Fundação Pedro Calmon criou, há quatro anos, a Biblioteca Virtual 2 de Julho (BV), especializada em história da Bahia. A BV publica, gratuitamente, livros, periódicos eletrônicos, artigos, resenhas e eventos, além de informações em geral, enviadas pelos usuários, com o objetivo de fomentar a produção de conhecimento e agregar informações referentes à História da Bahia e está disponível no site (http://www.bv2dejulho.ba.gov.br).

Aniversário – O mês de abril é ainda mais especial para a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, unidade estadual referência em literatura infanto juvenil e em ações culturais voltadas para crianças e adolescentes que completa 65 anos no dia 18. A Biblioteca promove, desde 1950, o incentivo à leitura de milhares de crianças que frequentam diariamente as suas salas. Elas desfrutam também, gratuitamente, de clubes de leitura, concursos, lançamentos de livros, projeção de filmes e vídeos e exposições, além de terem acesso a revistas infantis, histórias em quadrinhos, enciclopédias e almanaques especializados.

Fonte: fpc.ba.gov.br

Dica Cultural: Projeto Teatro Encantado promove espetáculo infantil gratuito

Foto: Isabele da Costa | Divulgação
O Projeto Teatro Encantado, promovido pelo Shopping Itaigara, promove apresentações gratuitas do espetáculo Família Tec-Nolo-Gia, produção da Avatar Cia de Teatro Infantil, nos dias 11 e 25 de abril, às 16h30.

O espetáculo conta a história de uma família do ano 2.222 que volta ao passado para contar as novidades do futuro. Através da interatividade com o público, os personagens ressaltam os aspectos positivos da tecnologia na vida da família moderna. Utilizando músicas, coreografias e objetos cênicos, o trio ainda demonstra o poder do amor entre a família, assim como a importância do livro e da leitura para o desenvolvimento do ser humano. 

Já no dia 18 de abril, o projeto recebe a peça As Travessuras de Bola, também da Avatar Cia de Teatro Infantil, que narra a história da Bola Ligeirinha, a mais querida dos jogadores Futelino e Mascote. Juntos, os personagens se preparam para uma engraçada partida de futebol, lembrando às crianças a importância da prática esportiva para a saúde e bem estar. Com um texto leve, ágil e divertido, os três personagens cantam, dançam e se exercitam, estimulando com ludicidade e gestos brincantes a imaginação das crianças.

Os espetáculos são criações coletivas dos integrantes da Avatar Cia de Teatro Infantil, e contam com a direção de Sérgio Mício. 

O quê: Projeto Teatro Encantado promove espetáculo infantil gratuito
Quando: 11, 18 e 25 de abril, sábados, às 16h30
Onde: Shopping Itaigara (Av. Antônio Carlos Magalhães, 656 – Itaigara, Praça de Alimentação, 2º Piso)
Quanto: Gratuito
Mais informações: (71) 8624-9240 | 9389-0041

Biblioteca recebe exposição em homenagem a artista Marise Fernandes

Clique para ampliar
A Biblioteca Pública do Estado da Bahia recebe até o dia 30 de abril, das 08h30 às 21h, a exposição Marise Fernandes - 70 anos, com obras da artista plástica, no Vão do Foyer da Instituição. O acesso é gratuito. 

As obras retratam a sua história de vida em óleo sobre tela com muita saudade de um tempo que se foi da menina do interior mas permanece na memória e nas suas pinturas. A artista conta através dos pinceis e tintas a sua trajetória de vida, no Brasil e na Europa. Marise Fernandes começou a desenhar na infância e dai não parou mais e a sua fonte de inspiração sempre foi sua cidadezinha do interior, Aramari, e suas viagens pelo mundo.

O quê: Biblioteca recebe exposição em homenagem a artista Marise Fernandes
Quando: 01 a 30 de abril, das 08h30 às 21h
Onde: Vão do Foyer da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Biblioteca recebe o 2º Festival de Ilustração e Literatura da Bahia

Clique para ampliar
A Biblioteca Pública do Estado da Bahia recebe de, 14 a 19 de abril, o 2º Festival de Ilustração e Literatura da Bahia. Idealizado e realizado pela artista visual Flávia Bomfim e a ação cultural Movimento Contínuo, o evento é apoiado financeiramente pelo Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e Secretaria da Fazenda e conta com a produção da Multi Planejamento Cultural. O festival, que se afirma como um espaço de fruição e formação,  reunirá em Salvador nomes de referência no mundo da literatura ilustrada.

Com o principal interesse em refletir sobre a autonomia e produção gráfica latino-americana, o Festival traz como convidado de honra o cordelista e xilogravurista pernambucano J. Borges – que ministrará oficinas, integrará a mesa América Latina Ilustrada, além de ter algumas das suas obras na principal exposição do evento. Logo na abertura Odilon Moraes refletirá sobre o livro ilustrado e o seu trânsito entre a arte e a literatura. Entre os convidados estão nomes da ilustração brasileira como Rosinha, Manu Maltez, Carlos Ferreira, Vânia Medeiros, além do colombiano Dipacho, as argentinas Ana Inés Castelli, Anabella López e Rebeca Luciani, a chilena Leonor Pérez, o ilustrador espanhol Javier Zabala  as paulistanas Florencia Ferrari e Bia Bittencourt que refletirão sobre o mercado editorial e produções autônomas, a escritora baiana Laura Castro e a narradora de histórias peruana Rosana Reátegui.

Esta edição inovará promovendo em parceria com a “Sociedade da Prensa” pela primeira vez na Bahia a Feira de Publicação Independente, configurando um espaço de visibilidade, troca e comercialização entre criadores que desenvolvem trabalhos com linhas diversas do estabelecido mercado editorial. A Feira acontece no Quadrilátero da Biblioteca Pública, de 15 a 18 de abril. O evento contará também com exposições, palestras, oficinas, narrativas de histórias, lançamento de livros, intervenções artísticas em uma programação inteiramente gratuita.


O quê: Biblioteca recebe o 2º Festival de Ilustração e Literatura da Bahia
Quando: 14 a 19 de abril
Onde: Complexo Cultural dos Barris - Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Barris
Quanto: Gratuito
Mais informações: ilustrafestival.com.br

Dica Cultural: Últimos dias de inscrição para o XX Festival de Música Instrumental da Bahia

Clique para ampliar
Estão abertas até o dia 12 de abril, domingo, as inscrições para o Festival de Música Instrumental da Bahia, que chega à vigésima edição em 2015. A realização é da Associação Instrumental da Bahia, via Mil Produções, com apoio financeiro da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do edital Eventos Calendarizados do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

A festa musical acontece de 14 a 17 de maio no Teatro Castro Alves (TCA). Os grupos e artistas interessados devem se inscrever exclusivamente pelo site do festival, preenchendo o formulário online e anexando arquivos de áudio e vídeo (links) ou apenas áudio dos trabalhos realizados pelos candidatos. 

Criado nos anos 1980, o Festival de Música Instrumental da Bahia, um dos eventos mais aguardados da cena artística local, tem curadoria do maestro Zeca Freitas e do pianista e ator Fernando Marinho. Durante sua trajetória, o Festival já contou com a participação de Hermeto Pascoal, Sivuca, Yamandú Costa, Armandinho, Spoke Frevo Orquestra, Bianca Gismonti, Hamilton de Holanda, Wagner Tiso, Cesar Camargo Mariano, dentre outras feras.

O quê: Últimos dias de inscrição para o XX Festival de Música Instrumental da Bahia
Quando: até 12 de abril
Quanto: Gratuito
Mais informações: (71) 3341-6149 | 3495-6261

Biblioteca apresenta mostra em homenagem ao Dia do Jornalista

Clique para ampliar
Em homenagem ao Dia do Jornalista (07), a Subgerência de Periódicos apresenta a mostra Imprensa na Bahia, com sua coleção de jornais e revistas raros. A mostra fica em cartaz até o dia 30 de abril, das 08h30 às 21h, 1º andar, com acesso gratuito. 

O quê: Biblioteca apresenta mostra em homenagem ao Dia do Jornalista
Quando: 01 a 30 de abril, das 08h30h às 21h
Onde: Subgerência de Periódicos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, 1º andar
Quanto: Gratuito

quarta-feira, 8 de abril de 2015

De Olho na Notícia: Campanha Leia e Passe Adiante tem edição especial em abril

Clique para ampliar
Em homenagem ao Dia Internacional do Livro Infanto Juvenil e o dia Nacional do Livro Infantil, dias 2 e 18 de abril respectivamente, a Fundação Pedro Calmon lança nas redes sociais uma edição especial da Campanha Leia e Passe Adiante, que tem como objetivo promover a leitura enquanto prática social, em consonância com o Plano Estadual do Livro e Leitura (PELL-BA). A campanha especial veiculará nas redes sociais institucionais da Fundação – Facebook, Instagram, Twitter, Flickr – imagens de crianças e jovens lendo obras infanto juvenis, pais e mães lendo para seus filhos e professores lendo para alunos.

A edição especial consiste em associar a imagem de leitores ao ato e ao prazer de contar e ouvir histórias, mostrando que um livro pode chegar a muitos por meio deste tipo de leitura coletiva. Na ação das redes sociais, as pessoas retratadas também serão estimuladas a sugerir livros infantis, passando adiante sua experiência, engajando-as, portanto, no contexto da campanha. Foram convidados artistas, escritores, poetas, leitores em geral para que possam fortalecer esta prática entre as crianças e jovens.

Mais informações: fpc.ba.gov.br
Fonte: fpc.ba.gov.br

Dica Cultural: CineFacom retorna à suas atividades dia 08 de abril

Clique para ampliar
O projeto CineFacom – Mostra Audiovisual dos Estudantes da UFBA, está de volta. Com novos filmes, retorna como um espaço de circulação e reflexão da produção audiovisual universitária e contemporânea com mostras mensais, nas quartas-feiras, às 19 horas, no auditório da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A sessão de reabertura terá uma estreia dia 08 de abril (quarta-feira), com o documentário Acupe - Terra Quente, produzido pela Ação Curricular em Comunidade e Sociedade (ACCS) Memória Social: Audiovisual e Identidades, coordenado pelo professor José Roberto Severino.O início do evento está marcado para as 17 horas com a  apresentação do Grupo de Samba de Roda Raízes de Acupe seguido de um bate-papo e exibição do documentário.

Criado em fevereiro de 2013, o projeto CineFacom será realizado pelos membros do Centro de Comunicação Democracia e Cidadania - CCDC da Facom, com o apoio da Ação Curricular em Comunidade e Sociedade Memória Social: Audiovisual e Identidades.

Realizado durante um ano, o CineFacom promoveu 16 edições quinzenais, com um público de aproximadamente 800 pessoas. Com um formato intercalado entre mostras com produções de estudantes e sessões especiais, o projeto tornou-se referência na UFBA em divulgação audiovisual de trabalhos estudantis.

O projeto vai manter as mostras especiais com diretores convidados e sessões estudantis, agora com edições mensais, sempre nas quartas-feiras. Estudantes da UFBA poderão inscrever filmes de no máximo 30min, de variados gêneros e temáticas. Contando com o apoio da PROEXT, o evento possibilita a emissão de certificados.

Acupe - Terra Quente, de José Roberto Severino - O documentário sobre o distrito de Acupe, no Recôncavo baiano, nome que significa "Terra Quente", insere o espectador no cenário cultural e social do lugar, apresentando as suas mais variadas manifestações como o Nego Fugido, Mandus, Bombachos, Burrinhas, Caretas e grupos de Samba de Roda; destacam-se as tensões religiosas; o cotidiano das famílias que carecem de serviços de saúde, saneamento e educação, além das aspirações políticas. Esse cenário compõe o repertório de significação e de sentido da vida no distrito do Recôncavo Baiano.

- Essas histórias são mostradas a partir do registro contado pelos moradores locais. O documentário é resultado dos trabalhos da disciplina ACCS -  Memória Social: Audiovisual e Identidades, entre os anos de 2011 e 2014.

Confira a programação geral: 

08 de abril de 2015 – Mostra Especial
Estréia do Filme Acupe Terra Quente produzido pelos membros da ACCS Memória Social: Audiovisual e Identidades e coordenado pelo professor José Roberto Severino (Facom/UFBA).

13 de maio de 2015 – Mostra Estudantil
Mostra Audiovisual de Estudantes da UFBA com vídeos de qualquer Gênero com duração de até 30 minutos.

10 de junho de 2015 – Mostra Especial
Mostra de Direitos Humanos

08 de julho de 2015 – Mostra Estudantil
Mostra Audiovisual de Estudantes da UFBA com vídeos de qualquer Gênero com duração de até 30 minutos.

O quê: CineFacom retorna à suas atividades
Quando: 08 de abril, a partir das 17h
Onde: Auditório da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Quanto: Gratuito